terça-feira, 29 de julho de 2014

ATENÇÃO A SEDE DO SOS BOMBEIROS PARA SAÍDA DE MATERIAL

GUARNIÇÕES, QUEIRAM TOMAR A POSTOS.
DETALHE: EVENTO DE CARREATA
LOCAL: POSTO 12, RECREIO DOS BANDEIRANTES



Bombeiros, Correios e o fim da confiança

Há muito tempo, muito mesmo, décadas, pesquisas para perscrutar os sentimentos da população em relação às instituições revelavam, ano após ano, ora os Bombeiros, ora os Correios como depositários de ilimitado crédito de confiança. Dos primeiros, a morte de mais de duas centenas de adolescentes numa boate gaúcha tisnou a imagem no país. Licenciada para funcionar, a casa tinha escassas saídas de emergência,

No Rio, dois anos antes, a invasão do Quartel General da Força por bombeiros em greve ofereceu os primeiros sinais da contaminação da corporação pela mais baixa política partidária. Resultado quase 40 bombeiros disputarão o voto do eleitor em outubro pendurados na sopa de letrinhas que inspira as siglas dos partidos.

Nos Correios, outra boquinha do Estado ocupada pelo interesse partidário, tampouco se pode dizer que a satisfação do freguês seja um destaque entre as metas da empresa. Para o carioca, parece interminável a rotina de encomendas danificadas, extraviadas ou que deixam de ser entregues porque um burocrata do serviço simplesmente se enganou na transcrição do nome do destinatário.

Registros e queixas multiplicam-se nas redes sociais, desde que foi parar no Youtube vídeo em que funcionários da estatal jogavam, como fossem sacos de entulho, malotes e pacotes retirados de um caminhão.

Até o conforto descoberto pelo carioca no comércio virtual sucumbiu a esse descaso e criou para o consumidor um calvário. No caso de compras em sites internacionais, inclui-se uma gincana que mistura falta de respeito e incompetência da Receita Federal com uma elaborada placidez da teia postal. Se fosse encomendado, não seria tão completo no desrespeito ao contribuinte.

Começa que a compra chega ao Brasil em cinco, seis dias, na média. Quanto mais baixo estiver o saldo da balança comercial, mais tempo dormirá na Receita à espera do cálculo do imposto. Isso resulta em quatro a cinco meses de espera. Daí, segue para a central dos Correios, que determina a agência onde será entregue. Detalhe: apesar de centenas de agências – em alguns bairros, mais de uma – a maioria é de franqueados e só agências próprias podem receber taxas e fazer entregas do tipo.

Abre-se, então, nova etapa do terror. Dependendo do endereço, o comprador pode ser obrigado a longa viagem para receber o pacote. Com sorte, volta para casa com a compra, mas, não raro, a ECT encurtou o prazo de depósito, não avisou e devolveu a compra à Receita. Quando o consumidor chega, descobre a trapalhada e reclama, invariavelmente tentam convencê-lo de que, para o bem dele, terá de voltar outro dia. E ainda se paga por isso.

O jornalista Xico Vargas mantém a coluna ‘Conversa Carioca’ na rádio BandNews Fluminense FM, em dois horários, e na página da emissora no Facebook, além da coluna ‘Ponte Aérea’ em xicovargas.uol.com.br. Escreve no Metro Jornal do Rio de Janeiro

LIVRAMENTO TOTAL - VIVA OS BOMBEIROS


Caminhão do Corpo de Bombeiros tomba e três ficam feridos na Zona Oeste

De acordo com a corporação, veículo tombou após motorista desviar de uma pessoa que atravessava a via 
por Rodrigo Berthone 



Caminhão do Corpo de Bombeiros tomba ao lado de estação Magarça do BRT - Foto de leitor

RIO - Três militares ficaram levemente feridos após um caminhão do Corpo de Bombeiros tombar na Avenida das Américas, em Guaratiba, Zona Oeste do Rio, na tarde desta sexta-feira. O acidente ocorreu na altura da estação BRT Magarça. De acordo com a corporação, o veículo, conhecido como ABT (Auto Bomba Tanque) tombou após o motorista do veículo tentar desviar de uma pessoa que atravessava a via. Por conta do acidente, a Avenida das Américas ficou cerca de duas horas com o trecho interditado, no sentido Santa Cruz, na altura da Estrada do Magarça. Motoristas que passaram pela região tiveram que desviar pela rotatória da Estrada do Magarça.

O caminhão do Corpo de Bombeiros tombado após acidente - Foto de leitor

Devido ao acidente, a faixa exclusiva para ônibus do BRT Transoeste também foi interditada no trecho, próximo à estação Magarça. De acordo com a concessionária que administra o transporte, os passageiros tiveram que seguir até a estação seguinte, Pingo D'água , para depois retornar para o ponto onde houve o bloqueio. Apesar do transtorno para os usuários do sistema, os intervalos não foram alterados, segundo informações do BRT.



Fonte: O Globo

Obrigado Senhor, por este livramento aos nossos heróis, que através do condutor da guarnição, desviou de um senhora que atravessou após o ABS fechar a via e um ponto de ônibus lotado, deixando apenas escoriações nos leões indomáveis SD Alberto Silva, CB Fábio Marques e Sgt Medeiros todos do DBM 1/13 Guaratiba

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Novos salários da segurança pública

Servidores ativos, aposentados e pensionistas da Segurança Pública no estado podem conferir remunerações que vão receber a partir de janeiro de 2015 até janeiro de 2019

ALESSANDRA HORTO

Rio - Os servidores ativos, aposentados e pensionistas da Segurança Pública no estado podem conferir as novas remunerações que vão receber a partir de janeiro de 2015 até janeiro de 2019. Ao todo, 113.557 funcionários integram os grupos da Polícia Militar, dos Bombeiros, da Polícia Civil, delegados e inspetores de segurança e Administração Penitenciária. 

O impacto no orçamento do próximo ano com os aumentos da Segurança Pública será de R$ 1,5 bilhão. O valor por categoria é de R$ 1,088 bilhão para a Polícia Militar, R$ 157 milhões para o Corpo de Bombeiros, R$ 234 milhões para a Polícia Civil, R$ 4 milhões para os delegados e R$ 21 milhões para os inspetores. Os cálculos foram elaborados com exclusividade para a coluna pela Secretaria Estadual de Planejamento.

Ao comparar as remunerações atuais com as de 2019, o reajuste será de 17% para inspetores, 18% para delegados, de 45,16% para PMs e bombeiros e de 64% a 81% para policiais civis. No caso dos delegados, a remuneração é a soma dos valores do vencimento básico (VB), da representação e da Gratificação de Habilitação Profissional (GHP), que corresponde até 30% do VB.

Na Polícia Civil, o valor é o resultado do somatório do VB; do Adicional de Atividade Perigosa (AAP) de 230% sobre o vencimento; da Gratificação de Habilitação Profissional de 25% sobre o VB. E da Gratificação de Atividade Técnico Científica (100% sobre o VB). Nas tabelas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foram somados os valores do soldo, da Indenização de Habilitação Profissional (IHP), da Gratificação de Regime Especial de Trabalho Policial (Gret) e auxílio-moradia.

FONTE: O Dia

domingo, 27 de julho de 2014

OS OFICIAIS NÃO SÃO NOSSOS INIMIGOS !!!


Nem todos tem conhecimento que o movimento reivindicatório na corporação teve início com OFICIAIS e PRAÇAS, tivemos até coronéis da PMERJ e CBMERJ além de outras patentes iniciando uma luta por TRANSFORMAÇÃO, que começou bem antes de 2011.

Reconhecemos que muitos OFICIAIS querem ver o CBMERJ melhor; que muitos são comedidos e tratam os subordinados com respeito e se interessam pelas dificuldades vivenciadas por eles no seu dia-a-dia.

Segundo um dito popular, "um tomate podre, contamina toda cesta de verduras"....  se é assim que acontece, quem tem que ser rechaçado do seio da corporação são esses " tomates podres ",  não devemos lançar fora, a cesta de verduras.

Sempre consideramos os bons oficiais, e sabemos que existem bons comandantes de OBM, Destacamentos, Diretorias , Unidades especializadas e etc...

 A DIGNIDADE QUE BUSCAMOS, ATINGIRÁ  TODA CATEGORIA.

SE MELHORAR PARA O SOLDADO, MELHORA PARA O CORONEL.

TEMOS VÁRIOS EXEMPLOS DE OUTROS ESTADOS DA FEDERAÇÃO QUE MELHORARAM MUITO COM A UNIÃO DE PRAÇAS E OFICIAIS.

OFICIAIS SEJAM BEM VINDOS !!!
2014 VEIO PARA SELAR O INÍCIO DA LUTA POR TRANSFORMAÇÃO e DIGNIDADE.

JUNTOS SOMOS FORTES !!!


DOAÇÃO DE SANGUE !!!

     UM NOVO PEDIDO DE DOAÇÃO DE SANGUE: 
DESTA VEZ, TRATA-SE DO 2° SGT . BM  DIAS (HUMAITÁ).

FOMOS INFORMADOS QUE O REFERIDO MILITAR SOFRERÁ UMA CIRURGIA E VAI PRECISAR DE SANGUE.

E O BANCO DE SANGUE DO NOSSO HOSPITAL - HCAP ESTÁ FUNCIONANDO NO HOSPITAL DA PM - HPM.

 SENDO ASSIM, AQUELES QUE PUDEREM DOAR, DEVERÃO SE DIRIGIR AO HPM COM OS DADOS ABAIXO:

PACIENTE: ADENILSON JOSÉ DIAS - RG 21 984

BANCO DE SANGUE HPM
ENDEREÇO: RUA ESTÁCIO DE SÁ, Nº 20 ESTÁCIO - RJ
SEGUNDA À SEXTA - HORÁRIO DE 07h às 11h

 SOLIDARIEDADE  FAZ  BEM  PARA  O  PRÓXIMO,  FAZ BEM PARA GENTE ! 

JUNTOS SOMOS FORTES !!!

NÓS SOMOS OS INATIVOS DE AMANHÃ !!!

     Quando iniciamos uma carreira profissional temos os mais variados sonhos: Construir família; adquirir a casa própria; um automóvel e etc.... porém, dentre esses objetivos, paira o desejo de obter sucesso na carreira, pois faremos dessa profissão,
 o nosso " ganha-pão".

 No entanto, é revoltante descobrir que após 30 (trinta) anos de serviços prestados e de uma vida dedicada ao labor, àqueles que deveriam estar descansando, desfrutando da aposentadoria, ainda estão trabalhando seja no "bico" externo ou mesmo no chamado "tempo certo", pela falta de uma remuneração adequada, além da falta de assistência médica e social.

Nós estamos ao lado dos INATIVOS da SEGURANÇA PÚBLICA, visualizamos que os inativos muitas vezes são tratados como se fossem uma OUTRA CATEGORIA, um grupo à parte, sempre esquecidos quando o assunto é reajuste salarial e outros direitos.

Entendemos que estes profissionais devem e merecem ser TRATADOS COM DIGNIDADE.



NÓS SOMOS OS INATIVOS DE AMANHÃ, POR ISSO NOS PREOCUPAMOS E BUSCAREMOS A DIGNIDADE DE TODOS.


JUNTOS SOMOS FORTES !!!










Estado do Rio abrirá concursos para 2 mil vagas com salários de até R$ 13 mil

Confira os concursos previstos para o Estado do Rio

Corpo de Bombeiros

A corporação pretende abrir, no início do próximo ano, 150 vagas para a função de guarda-vidas. A seleção era esperada para o fim deste ano, mas deverá ficar para 2015. Para concorrer, será preciso ter nível médio completo. A remuneração inicial, hoje, é de R$ 2.759, e os servidores podem ser lotados em qualquer lugar do estado.

Fundação Ceperj

A instituição, que é a responsável pela aplicação das provas dos concursos do estado, pretende fazer sua primeira seleção para admitir 60 servidores. Serão 30 vagas para a função de técnico administrativo, que exige nível médio, e 30 para técnico superior. Os vencimentos iniciais serão de R$ 1.751,11, para o primeiro cargo, e de R$ 3.502,31, para o segundo. Os trabalhadores contarão também com a gratificação de qualificação. No caso do técnico administrativo, o concursado receberá mais R$ 125, caso tenha formação superior. Para o técnico superior, as gratificações de qualificação serão: R$ 210 (especialização), R$ 420 (mestrado) e R$ 840 (doutorado).

Secretaria estadual de Educação

A Secretaria de Educação abrirá uma seleção para professores I de todas as disciplinas, para atuação em todo o estado. O edital deverá ser divulgado em agosto, enquanto as avaliações estão marcadas para setembro. A previsão inicial é de cerca de 1.400 vagas. O concurso terá quatro etapas: prova objetiva, avaliação discursiva, análise de títulos e teste de desempenho didático (aula avaliada por uma banca). Os professores passarão, ainda, por um curso de formação. Hoje, os salários são de R$ 2.211 (30 horas) e R$ 1.178 (16 horas).

Polícia Civil

O órgão está preparando um concurso com cem vagas de papiloscopista, com exigência de nível superior em qualquer área e carteira de habilitação. O edital está passando por análises para ser divulgado. Os vencimentos serão de R$ 3.357.

Secretaria estadual de Fazenda

Terá dois concursos para 300 vagas. Serão 250 para agente fazendário, com exigência de nível médio, e cem para fiscal, que requer formação superior em qualquer área. Os editais deverão ser divulgados até o fim do ano. Para agente, a remuneração inicial é de R$ 3.452,38. Para auditor fiscal, de R$ 13.186.



FONTE: O Dia

sábado, 26 de julho de 2014

Guarda-vidas da Praia de Itacoatiara reclamam de falta de infraestrutura

Precário. A tenda do Corpo de Bombeiros é a única base para guarda-vidas na Praia de Itacoatiara: eles reclamam da falta de estrutura, sobretudo de banheiros, para trabalhar - Eduardo Naddar / Agência O Globo


NITERÓI - Em Itacoatiara, se o mar é considerado perfeito para sediar etapas de mundias de surfe, fora dele a falta de infraestrutura da praia deixa a desejar. Banhistas reclamam da ausência de banheiros, inclusive nos quiosques da orla, e usam a área de restinga para urinar e defecar. Guarda-vidas fazem coro à queixa e acrescentam que, na praia mais perigosa da cidade, eles contam apenas com uma barraca precária para abrigá-los. A Niterói Lazer e Turismo (Neltur) anuncia que já tem em mãos um projeto de postos de salvamento, idealizado pelo Corpo de Bombeiros, que serão instalados em praias oceânicas e da Zona Sul.

Até o último dia 17, o 4º Grupamento Marítimo (G-Mar) de Niterói realizou 2.713 salvamentos (é o segundo destacamento que mais fez atendimentos, levando-se em conta a capital e a Região Metropolitana, atrás apenas do 2º G-Mar, que atende a área que vai da Barra da Tijuca a Sepetiba). Apesar do trabalho intenso e perigoso — frequentemente só é possível concluir resgates com auxílio de helicóptero —, os guarda-vidas da cidade não têm as mesmas condições de trabalho dos colegas da capital, que contam com postos espalhados pelas praias.

— Ficamos de dez a 12 horas na praia, sem abrigo contra o vento frio em dias nublados ou do forte sol. Nosso almoço é feito na própria areia ou, quando o dia está tranquilo, num dos quiosques. É estressante — queixou-se um guarda-vidas, que pediu para não ser identificado.

‘POSTOS SÃO FUNDAMENTAIS’

Claudio Vinicius, diretor da Associação de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (Abmerj), considera os postos vitais para os banhistas:

— Além de dar uma condição melhor ao guarda-vidas, os postos são fundamentais porque permitem melhor visualização para fazer a prevenção adequada na praia.

Quando precisam ir ao banheiro, os bombeiros recorrem a um clube localizado na orla, mas banhistas e ambulantes não têm essa opção. Todos os caminhos que cortam a restinga até a areia estão impregnados com um forte cheiro de urina, além de lixo acumulado.

— Trabalho em Itacoatiara há 12 anos. Aqui sempre teve bom movimento, mas nunca teve banheiro. Antes, os moradores não queriam, mas hoje eles são a favor, pois fica um cheiro horrível na restinga. Quando preciso ir ao banheiro, ando quase um quilômetro até o posto de gasolina — disse o ambulante Amaury Barboza.

O presidente da Neltur, Paulo Freitas, reconheceu os problemas e adiantou que as praias oceânicas de Itacoatiara, Camboinhas, Piratininga e Itaipu; e as de Charitas e São Francisco, na Zona Sul, ganharão postos de salvamento. Ainda sem data prevista para o início de sua instalação, as estruturas terão dois andares (para observação do alto), além de banheiros, vestiário e espaço para guardar equipamentos. A base de Itacoatiara, porém, sofrerá uma adaptação. Projetada pela Sociedade dos Amigos e Moradores de Itacoatiara (Soami), ficará suspensa sobre a restinga, em frente à pracinha, no meio da orla, e terá também uma cobertura, de onde o público poderá contemplar a praia.

— No passado, éramos contra a instalação de banheiros porque a frequência era pequena e não havia sistema de esgoto. Hoje temos movimento de segunda a segunda, e a associação já entende que eles são necessários — diz Luiz Otávio Ferreira, presidente da Soami.

Enquanto os postos de salvamento não são instalados, o presidente da Neltur garante que, até o próximo verão, providenciará banheiros, ainda que provisórios, para os frequentadores de Itacoatiara. Freitas adianta ainda que há um plano para a readaptação dos quiosques em toda a orla da cidade.

— Aquela vegetação precisa ser podada para permitir que, do calçadão, observe-se a praia. Está servindo de banheiro e até para coisas piores.

Ferreira, que incentivou a recuperação da restinga em 2005, com auxílio de biólogos, reforça que a vegetação é só de espécies nativas, mas concorda:

— É preciso podar, mas apenas uns 40 centímetros.

Fonte: ABMERJ

IMPACTO NOS COFRES PÚBLICOS É ENTRAVE VOTAÇÃO PEC 300

Milhares de policiais militares e de bombeiros em todo o Brasil esperam pela votação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 300/08, que estabelece que a remuneração das duas categorias nos Estados não poderá ser inferior à da Polícia Militar do Distrito Federal, aplicando-se também aos Bombeiros Militares e aos inativos.


A Câmara dos Deputados votou e aprovou a propositura, em primeiro turno, em julho de 2010 e, a partir de 2011, em seu primeiro ano de mandato, André Moura vem lutando para que a categoria seja reconhecida e haja a votacao em segundo turno. Os militares estão nas ruas proporcionando maior segurança à população, é justo que eles tenham um salário condizente com suas funções e com os riscos que correm. A luta deles já dura seis anos e não é possível que empurremos ainda mais essa pauta que já se tornou urgente, considerou.

Além da melhoria salarial, também é necessário que os policiais militares e bombeiros tenham melhores armas, equipamentos, fardamentos, viaturas, instalações e formação e aperfeiçoamento contínuos para prestarem melhores serviços à população.

A matéria está tramitando em Plenário com diversos Requerimentos de Inclusão na Ordem do Dia, o último deles feito dia 09 de julho pelo deputado federal Arnaldo Farias de Sá (PTB/SP).

O principal obstáculo à inclusão da PEC na pauta de votações é a pressão do Governo Federal uma vez que, segundo estudos apresentados pelo Tesouro em 2010, geraria um impacto de 40 bilhões nos cofres públicos, pois consta da Proposta que caberia ao Executivo Nacional complementar os novos salários dos PMs e bombeiros enquanto os Estados não puderem assumir totalmente a despesa.

André Moura, que foi vice-presidente da Frente Parlamentar de apoio à PEC 300, assegura que há boa vontade para aprovação da mat​éria e que lutará ainda mais para que seja incluída na votação do esforço concentrado que acontecerá em agosto. “A luta pela aprovação da PEC 300 não deveria ser apenas da família militar, nem dos Deputados que abraçaram esta bandeira, mas da sociedade como um todo, que necessita de um sistema de segurança de qualidade”, concluiu.

Fonte: Faxaju

sexta-feira, 25 de julho de 2014

RECORDAR É VIVER: CRIS, uma Guerreira!



Fala da esposa do Daciolo, Cristiane na Assembleia de Bombeiros e Policiais em fevereiro de 2012.

No dia anterior a Assembleia que foi marcada na Cinelândia, Daciolo foi preso de forma injusta, covarde e ilegal. Levado para Bangu 1, teve todos seus direitos constitucionais violados.... 

Vamos olhar para o futuro sem esquecer nossa história!


DIGNIDADE PARA TODOS!

quinta-feira, 24 de julho de 2014

PROEIS e RAS - COMPRA DE FOLGA - NÃO ACEITAMOS CALOTE !!!

   O governo do Estado do Rio de Janeiro estabeleceu dois programas que promovem a compra de folgas de Bombeiros Militares, Policiais Militares e outras categorias da segurança pública: O PROEIS e o RAS.

   O ponto em comum é que se trata de maneiras encontradas pelo governo para aplicar um "AUMENTO" do efetivo nas ruas, o que é feito através da VENDA de FOLGAS, ou seja, através do sacrifício dos participantes. Os programas se aproveitam de uma fragilidade dos participantes: a necessidade imperiosa de complementação da renda através de um segundo emprego. Obviamente, o IDEAL seria que os Policiais e Bombeiros além das outras categorias da segurança pública, ganhassem uma REMUNERAÇÃO  JUSTA e que pudessem USUFRUIR DE SUAS FOLGAS E NÃO VENDÊ-LAS. 
Como se tudo isso não fosse suficiente para diminuir a motivação dos profissionais, ainda temos um PROBLEMA GRAVE: O ATRASO NO PAGAMENTO.
Recebemos a informação de que existem vários profissionais que trabalharam em escalas extras durante a COPA DO MUNDO, e ainda não receberam nada por isso. Temos companheiros do GMAR por exemplo, que trabalharam na SEMANA SANTA e foram " ESQUECIDOS" , 
SERÁ QUE ALGUÉM ESTÁ RECEBENDO PELOS PROFISSIONAIS QUE TRABALHARAM? 
SERÁ QUE SÓ OS " PEIXES" DA COORDENAÇÃO, CONSEGUEM DAR UM JEITINHO?
  
SÓ QUE NÃO !!!  ACREDITAMOS QUE TODOS TEMOS OS MESMOS DIREITOS E JÁ QUE  "COMPRARAM" A NOSSA FOLGA, QUE HONREM COM SEUS COMPROMISSOS E NOS PAGUEM.

NÃO ACEITAMOS CALOTE DO ESTADO !!! 
 BM's e PM's JUNTOS SOMOS FORTES !
WWW.SOSBOMBEIROS.COM

Fonte de contribuição: SOS PMERJ 
CALOTE: "Dívida não paga e contraída por quem não tem a intenção de pagá-la;"  
Fonte: Dicionário on line




quarta-feira, 23 de julho de 2014

OS 63 EXCLUÍDOS ESTÃO NA MEMÓRIA - A VITÓRIA VAI CHEGAR !!!

   



   No momento em que mais precisamos de APOIO, foram: Os dias sem trabalho, Famílias sofrendo.
     A EXCLUSÃO daqueles que lutavam por melhores condições de trabalho e salário, parecia o fim.
    
     E em meio a essa turbulência, OS REPRESENTANTES DOS 63 EXCLUÍDOS, Prestaram sua solidariedade, como mostra a foto acima. 
      
      Agora é a nossa vez !  e nada mais justo do que relembrar, trazer à memória, a luta dos 63 excluídos que aguardam o retorno para as fileiras do CBMERJ com urgência. 
NÓS ESTAMOS COM OS 63 EXCLUÍDOS E JUNTOS ALCANÇAREMOS A VITÓRIA FINAL !
JUNTOS SOMOS FORTES !!! 
SEM FÉ, É IMPOSSÍVEL AGRADAR A DEUS !!!   

Definir piso nacional por PEC é inconstitucional, diz Campos

Governador de PE diz que propostas comprometem equilíbrio fiscal.

Congresso discute PEC que estabelece piso nacional para policiais.


Eduardo Campos participou de evento sobre infraestrutura
em São Paulo (Foto: Darlan Alvarenga/G1)

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), afirmou nesta segunda-feira (27) que é contra a aprovação de projetos que estabeleçam pisos salariais nacionais.

“Entendemos que há uma inconstitucionalidade evidente em se definir piso nacional por PEC (Proposta de Emenda Constitucional)”, declarou em São Paulo, após participação no seminário "Infraestrutura, urgências e estratégias", promovido pela revista Brasileiros.

Está em discussão no Congresso a PEC 300, que prevê a criação de piso salarial nacional para policiais civis, militares e bombeiros militares. Campos destacou, entretanto, que a sua posição é uma “questão de princípio” e não em relação a uma ou outra categoria específica.

“Pode ser até uma demanda justa, mas que, do ponto de vista do sistema político, está se rompendo com a federação e com um princípio constitucional de que despesa só pode ser de iniciativa do Executivo”, afirmou.

Segundo ele, a fixação de pisos nacionais pode comprometer o equilíbrio fiscal dos estados, sobretudo naqueles que já estão com as suas contas no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal.

“O setor público está regido por limites muito próprios e fica completamente impossível ter um quadro de equilíbrio fiscal se o estado não comanda suas despesas”, disse.
saiba mais

Segundo ele, medidas do gênero não devem ser introduzidas sem consulta aos estados e aprovação das Assembléias Legislativas.

“Na medida em que uma, duas, três, quatro, cinco, seis categorias tenham pisos, com as desigualdades regionais, os esforços feitos pelos estados para manter o equilíbrio fiscal podem desaparecer em duas ou três votações, que podem ocorrer a qualquer momento”, declarou.

O governador disse que a preocupação não é só do estado de Pernambuco e que já iniciou no seu partido, o PSB, do qual é presidente nacional, o debate sobre o tema.

FONTE: G1

Postos de salvamento ganham pinturas em grafite

Nas praias de São Conrado e do Arpoador, postos ganharam colorido com artistas do Instituto EixoRio



Arte na orla: postos de salvamento ganham pintura em grafite (Foto: Ricardo Cassiano)

Os postos de salvamento das praias cariocas ganharam um novo colorido. Uma parceria entre a Prefeitura do Rio e a Orla Rio revitalizou a base dos postos de São Conrado ao Arpoador, com pinturas em grafite que remetem à cultura carioca. A primeira fase da iniciativa contemplou cinco postos (8, 9, 12 e 13). No total, o programa coordenado pelo Instituto EixoRio vai abranger quinze postos de salvamento entre o Arpoador e o Recreio dos Bandeirantes. A ação integra a GaleRio, plataforma de arte e cultura do EixoRio, que também transformará os 40 quilômetros de muros da linha 2 do metrô na maior galeria de arte urbana a céu aberto do mundo.

Nos postos, os desenhos exibem a sinuosidade das ondas, rostos de pessoas com acessórios praianos, coqueiros, cangas e outros detalhes ligados à praia. Em cada posto haverá referências aos respectivos bairros. Em São Conrado, estão presentes a asa delta, a Pedra da Gávea e os jovens da Rocinha. Já em Ipanema e no Leblon, o coqueiro e referências de estampas de cangas que colorem as areias das praias cariocas.

FONTE: Veja Rio

Item número 12 da pauta da ABMERJ, entregue ao Coronel BM Simões em 18 de março de 2014:

ASSUMIR A RESPONSABILIDADE SOBRE A MEDIAÇÃO DA CONSTRUÇÃO DOS POSTOS DE SALVAMENTO JUNTO A PREFEITURA DE CADA MUNICÍPIO ONDE ESTIVER LOCALIZADO O POSTO, INDEPENDENTE DO PARTIDO POLÍTICO QUE ESTIVER DIRIGINDO O EXECUTIVO MUNICIPAL, PRINCIPALMENTE QUANDO HOUVER INICIATIVA PRÓPRIA DA PREFEITURA.

RESULTADO: NEM CONSTRUÇÃO, NEM REFORMA INTERNA