quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Acidente - Marcello Farias vê a morte em São Conrado

“Ontem vi a morte!”. Com essa frase, o bodyboarder Marcello Farias começou a conversa com a equipe do Ricosurf, quando contou sobre os maus momentos que passou na última segunda-feira em São Conrado. Numa onda de meio metrão, pequena para quem tem 30 anos de experiência no pico, ele bateu com a cabeça no fundo e apagou.

“Eu dropei a onda cheia na laje e depois ela foi secando e eu cai de cabeça no fundo, ficando desacordado. Fui retirado da água roxo pelos meus amigos. Sem eles não estaria aqui para contar”, disse Marcello que ainda recorda de alguns instantes após o choque.

“Eu lembro que no fundo d’água eu não conseguia nem abrir os olhos e nem me mexer. Enquanto isso minha prancha flutuava próxima de mim, pois eu estava com o strep. Foi ela que alertou o Orelha do Vidigal e o Eric Poseidon. Eles perceberam que eu não levantava e foram em direção à prancha”, relembra o bodyboarder, que continuou: "Quem me reanimou e me imobilizou até a chegada da ambulância foi o Guerreiro, que é sargento do Corpo de Bombeiros. Eu juro que se não fosse ele eu teria morrido”.





Marcello Farias é um bodyboarder muito experiente e conhece muito bem a onda de São Conrado. Foto: arquivo pessoal.

Fonte: Ricosurf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.