terça-feira, 10 de março de 2015

Fim de semana violento termina com PMs mortos e cinco pessoas feridas

Dois Policiais militares mortos e cinco pessoas feridas é o resultado da violência neste fim de semana no Rio de Janeiro. Na madrugada deste domingo (8/3) um PM do 41º BPM (Irajá) morreu e outros dois ficaram feridos durante uma troca de tiros no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, na Zona Norte. Os policiais baleados foram encaminhados para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, também no Subúrbio, e não correm risco de morte. 
Um dia antes, no sábado (7), o soldado Edson Nunes da Silva, da Coordenadoria de Inteligência da PM, foi encontrado baleado em Mesquita, na Baixada Fluminense, deixado por suspeitos em um carro não identificado. Levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no município, o policial não resistiu aos ferimentos. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios.
No Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte da cidade, um PM lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da região foi atingido na cabeça por suspeitos, na tarde de sexta-feira (6). A vítima estava fazendo um patrulhamento de rotina na comunidade quando foi baleado, segundo a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP).  
Ainda  na sexta (6), três pessoas ficaram feridas durante uma operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) no morro do Gambá, no Lins, na Zona Norte. Os feridos foram socorridos e levados para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. Segundo a PM, na ação foram apreendidas duas pistolas e um revólver.

FONTE: JB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.