terça-feira, 14 de abril de 2015

DEPUTADO FEDERAL CABO DACIOLO VISITA O BEP E CONVERSA COM POLICIAIS DO CASO AMARILDO, APROVEITANDO TAMBÉM VISITOU O GEP E LEVOU FAMÍLIARES DE PMS AO PALÁCIO GUANABARA.

Em dia agitado de trabalhos ontem, o Deputado Federal Cabo Daciolo, representando a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados, fez uma visita de vistoria ao Bep e ao Gep, presídios de Policiais e bombeiros Militares.

Pela Manhã vistoriou as dependências do Bep e conversou com alguns policiais, e planejou junto ao comandante da unidade pedir um curso profissionalizante para os militares presos, visando assim uma oportunidade de profissão aos que não puderem mais seguir a carreira militar, evitando que alguns, sem opção, pudessem escolher a milícia como trabalho.

Depois da vistoria, conversou separadamente com todos os policiais envolvidos do caso amarildo, em 2 horas de reunião com os militares, ouviu a todos que falaram sobre os erros das investigações, sobre as condições psicológicas na qual eles e suas famílias se encontram, fato esse que inclusive fez um dos militares não resistir e falecer por um infarto.

Os policiais do caso amarildo já estão em prisão preventiva há um ano e seis meses, o que o Deputado considera um absurdo porque até o momento nenhum deles foi julgado e condenado, tendo assim já sido expirado o prazo dessa prisão preventiva, e que os policiais deveriam estar respondendo e aguardando o julgamento em liberdade.

Daciolo saiu da reunião com um verdadeiro Dossiê, entregue pelos militares com dados de erros grosseiros das investigações, entre eles as imagens das câmeras da upp rocinha que prova as contradições da acusação, que a testemunha principal acusa 3 militares de tortura e os mesmos na mesma hora estavam em outro ponto da comunidade. Reportagem essa já denunciada pelo Jornal Atual Rio.

A tarde o Deputado visitou o GEP, Grupamento Especial Prisional, e conversou com os 23 bombeiros militares presos na unidade, espaço esse que é totalmente improvisado e inadequado para abrigar os bombeiros presos, no local ele pode constatar as condições totalmente precárias em que vivem os presos.

Problemas de ventilação, fiação exposta, condições precárias de higiene, falta de estrutura para receber visitas, deixou o Deputado preocupado e o mesmo prometeu articular uma solução junto ao governo de melhorar urgentemente as condições do local, em conversa com o comandante da unidade, prometeu destinar em dezembro uma emenda para que a unidade possa ter verba para se estruturar.

Na unidade também foi constatado um problema preocupante, 5 dos 23 militares presos, são problemas psicológicos, de dependência química, e ali não seria o local ideal para manter os bombeiros nessa situação, pois não tem estrutura para atendimentos e nem acompanhamento psicológicos.

A Noite o Deputado Federal visitou o palácio Guanabara, acompanhado de 4 representantes dos familiares dos policiais do caso amarildo, na oportunidade ele apresentou ao líder do Governo Edson Albertassi, os problemas vistos em sua visita ao Bep e Gep, além de conversar sobre o caso amarildo, onde os familiares puderam falar sobre o caso.


Um comentário:

  1. É isso mesmo Deputado, temos que lutar contra essa covardia. Estão querendo aproveitar o momento frágil para poderem votar essa PL, querem acabar com o Brasil e não podemos deixar acontecer. Nossos Parentes, nossos filhos, o futuro do Brasil depende de nós !

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.