quinta-feira, 16 de abril de 2015

PEC 300 JÁ

5 comentários:

  1. No Boletim do CBMERJ nº 067, de 17.04.2015 - Nota GAB/CMDO-GERAL nº 113/2015 - Convoca todos os detentores(Cmts) e os respectivos responsáveis pelos Bens Patrimoniais das UACs(Unidade Administrativa de Controle).

    Pergunto: Quando é que vão se pagar uma gratificação de bonificação e incentivo a altura dos serviços prestados aos PRAÇAS responsáveis pelos BENS PATRIMONIAIS?

    Caso algum bem seja extraviado da OBM-UAC, o responsável pelos bens é obrigado em arcar do seu bolso em até dez(10) vezes o valor do bem que sumiu de sua OBM/UAC, ou seja só nos escravizam, mas não dão sequer um incentivo.

    Outra pergunta: Já que os Bravos fazem este serviço de Inventariar e controlar todos os BENS DE PATRIMÔNIO, porque não retiram estes militares da ESCALA DE SERVIÇO DA PRONTIDÃO?

    Outra Pergunta: Já que os Bravos fazem este serviço obrigatório sem nenhuma GRATIFICAÇÃO, porque a MAIORIA dos RESPONSÁVEIS pelos BENS PATRIMONIAIS ACUMULAM OUTRAS FUNÇÕES EM SUAS OBMS!

    HÁ MILITAR QUE COM ISSO ACUMULAM Nº FUNÇÕES EXEMPLO: Responsável pelos Bens Patrimoniais, Cumpre Expediente Administrativo(3 x na semana no mínimo e + um serviço de 24 hs por cada 11 dias, que na prática ficam 3 x expediente de 9 horas(8 ás 17hs)= 27 + um serviço de 24 hs = 51 horas trabalhados(expediente 2ª/4ª/6ª + serviço de 24 hs no sábado ou domingo), Outro exemplo: expediente na 2ª/4ª/6ª + serviço de 24 horas na 3ª ou 5ª, sem ter o direito de folgar, pois os expedientes estão fixos e obrigatórios em sua obm, e se folgar a ordem da SAD é colocar em alguma escala extra sem remuneração! e ainda acumulam funções em suas OBMs, Exemplo: Responsável pelos bens patrimoniais, outra função ou mais funções em sua OBM seção interna e ainda retiram serviço de 24 hs na PRONTIDÃO, com um grande detalhe: Não tem uma sala reservada para o militar trabalhar com calma, obrigando ao mesmo trabalhar com seus documentos de patrimônio misturado aos outros documentos referente as funções acumuladas em sua seção, ocasionando extravio de documentos, desatenção aos cálculos e números de inventários.

    Desta Forma o Militar dos Bens patrimoniais não consegue sequer se inscrever no PROG/RAIS!


    Estas são minhas questões, gostaria que cheguem à quem de Direito para resolver tais problemas, e digo que já surtei por diversas vezes, parando na Psiquiatria do HCAP algumas vezes por está acumulando nº funções de alta responsabilidade sem o devido retorno financeiro e das devidas folgas e da compensações com aretirada da escala de serviço, poia a qualquer momento estes militares são convocados, pelo TCE e justiça para responder sobre os bens.

    ResponderExcluir
  2. Caros colegas, sou do Paraná, o Pessoal que está na organização deste evento deveria contactar as lideranças dos estados, para não ser mais uma vez um evento apenas politiqueiro.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde! Quantos militares estaduais ( policiais e bombeiros) ao todo foram eleitos deputados federal e porque não põem a pec 300 pra votação em segundo turno ? O que impede? Porque tantas reuniões? Porque se discutir o que já foi exaustivamente debatido? Até quando os militares estaduais irão continuar ganhando mal e ter 'aumento' BMG que se quer cobre a inflação?

    ResponderExcluir
  4. LAMENTÁVEL ESTA DILMA! A SÓ PODE ESTA DE SACANAGEM E CAGANDO E ANDANDO PARA SEGURANÇA PUBLICA DOS ESTADOS QUE TEM O PIOR SALARIO DO BRASIL! ESTA SENHORA ACABA DE TRIPLICAR A VERBA PÚBLICA DOS PARTIDOS ! DE 289,5 MILHOES PARA 867,5 MILHOES ! DINHEIRO PARA PEC 300 NÃO TEM ! CHEGA DE SACANAGEM E DESCASO COM A SEGURANÇA PÚBLICA ! ACORDA OU CONTINUAREMOS VENDO ESTAS COVARDIAS E DESCASO ! PEC 300 AGORA !

    ResponderExcluir
  5. Não depende só dela! Existem acordos entre partidos e suas lideranças! Não a estou defendendo,mas infelizmente é a política podre desde país! Foram eleitos vários militares estaduais a deputados federal e estadual, agora é aguardar pra ver se realmente irão conseguir aprovar a pec 300 ou irão fazer como muitos falando uma coisa nos palanques e entrevistas e em reuniões a portas fechadas fazendo acordos contrários! Não há mais o que se discutir e debater sobre o tema, que já foi exaustivamente debatido! Se caso não for aprovado desta vez, irei pagar multa das eleições futuras! Mas é aguardar e ver o resultado!

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.