terça-feira, 5 de maio de 2015

DIGO NÃO A DESATIVAÇÃO DO BEP E DO GEP

DIGO NÃO A DESATIVAÇÃO DO BEP E DO GEP*BEP (Batalhão Especial Prisional da PMERJ)*GEP (Grupamento Especial Prisional da CBMERJ)Governador Pezão, para onde irão os mais de 200 presos militares? Segundo dados, 83% dos militares que lá estão respondem de forma preventiva. Ainda não foram julgados, portanto, não há condenação.Com a desativação do BEP, o trabalho de ressocialização, formação técnica e profissional que esses presos recebem terá sido em vão. A propósito, o GEP deveria seguir o exemplo do BEP!Vamos cumprir o Estatuto dos Policiais:Art. 71 - As prerrogativas dos policiais-militares são constituídas pelas honras, dignidades e distinções devidas aos graus hierárquicos e cargos.Parágrafo único - São prerrogativas dos policiais-militares:1...2...3 - cumprimento de pena de prisão, reclusão ou detenção somente em organização policial-militar, cujo Comandante, Chefe ou Diretor tenha precedência hierárquica sobre o preso ou detido;4...Juntos somos fortes. Nenhum passo daremos atrás. Deus está controle!!!

Posted by TV Daciolo on Terça, 5 de maio de 2015

Um comentário:

  1. Não é só isso. Estão querendo acabar com a 3ª Policlínica Niterói, fazendo com que os militares e seus dependentes sofram ainda mais com a distância e a sobrecarga que haverá nas outras unidades. O pretexto para acabar com a 3ª Policlínica é que farão uma no complexo da DEGEI. Isso é um absurdo, construir uma e acabar com a outra. Temos que progredir!!! Por favor NÃO DEIXEM ACABAREM COM A 3ª POLICLÍNICA!!!

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.