segunda-feira, 1 de junho de 2015

Cabo DACIOLO assume bandeira salarial dos MILITARES e convoca o pessoal da ATIVA pra ir para a rua

Tá de folga dia 30? Então esteja lá… Diz Daciolo.


Cabo DACIOLO assume bandeira salarial dos MILITARES e convoca o pessoal da ATIVA pra ir para a rua… Tem que vir do soldado ao general.
“O militar da ativa tem que estar lá. Ta de folga dia 30? Quem não for está errado…”
Nesse sábado a equipe da Revista Sociedade Militar conversou com o deputado Cabo Daciolo. O militar foi um dos protagonistas do movimento salarial dos bombeiros do Rio de Janeiro há três anos. Daciolo foi punido em conseqüência do movimento e até mantido por algum tempo na penitenciária de SEGURANÇA MÁXIMA de Bangu, como se fosse um criminoso.
O deputado havia se reunido durante a semana em Brasília com lideranças da Família Militar nacional e chegou a protocolar um documento direcionado ao Gabinete da Presidente da República.  
111111111111Kelma e Daciolo3_2054504530_n
Filho de Militar da Aeronáutica, criado dentro de uma vila militar na Ilha do Governador, o cabo tem pleno conhecimento da defasagem salarial dos militares federais e de outros problemas que afetam a categoria. Daciolo compareceu a reunião nesse sábado (30/05) com militares cariocas para tratar das reivindicações dos Sargentos do Quadro especial e dos Militares em geral. Os sargentos da Quadro Especial presentes ao evento reivindicam melhorias para todos os militares federais e algumas modificações especificas no plano de carreira do Quadro Especial que os permita ir para a reserva na graduação de Sub-tenente.
Daciolo mostrou que já estava bem inteirado das reivindicações dos militares. O deputado disse ainda que os militares das Forças Armadas devem ser reconhecidos pelo que fazem, mas deixou bem claro que sem luta isso não será alcançado. O deputado citou varias vezes o salário absurdo pago para o recruta, que recebe menos de 600 reais, e o do soldado, que recebe cerca de R$ 1.200. Ainda não se sabe qual a percentagem de reajuste a ser solicitada para os militares federais, mas a primeira manifestação foi marcada para o final de junho.
A Constituição Federal de 1988 impede que deputados federais e senadores iniciem o processo legislativo para reajuste dos militares federais. Por isso há necessidade de se forçar o próprio executivo a enviar a proposta para o Congresso Nacional, o que acaba dificultando ainda mais o processo. Os militares federais, depois de muita mobilização, panelaços e passeatas, receberam o último reajuste em três parcelas. Quando a última parcela foi creditada, no início desse ano, as perdas já superavam as anteriores, que sequer foram repostas.
Os militares federais, mesmo estando em situação financeira complicada, tradicionalmente se mantém discretos em relação a questão salarial. Quem vez por outra faz barulho são as esposas e familiares, nos famosos “panelaços” em Brasília.
Na última manifestação significativa, ocorrida em Copacabana em 2012, também por melhores salários, já notou-se certa mudança de perfil, percebeu-se ali a presença de militares da ativa. Estes caminhavam calados, procurando apenas engrossar o ato, sem se manifestar verbalmente.
Daciolo está otimista e aos poucos está conseguindo mobilizar os militares federais. A atitude do deputado, que tem experiência em atos públicos, em se colocar na linha de frente dessa luta e mostrar para a sociedade a insatisfação dos militares federais é inédita.
O deputado foi bem claro quando nos disse que os militares da Forças Armadas possuem, como qualquer cidadão, o direito de reivindicar melhores condições salariais.  Daciolo disse ainda que no seu ponto de vista muitas informações não têm chegado até o Ministro da Defesa e à Própria Dilma Roussef.
Nos últimos anos não se viu nenhum parlamentar abraçar essa causa com tanta empolgação. Se um grande pelotão de militares se colocar em formatura em frente ao CONGRESSO NACIONAL ou do Ministério da Defesa, mesmo que calados, certamente isso fará com que Dilma Roussef rapidamente seja informada do que está acontecendo.
A presidente, na época em que policiais da Bahia se manifestavam por reposição salarial, foi categórica em afirmar que TODOS tem direito de se manifestar, desde que de forma ORDEIRA. “Defendo toda e qualquer manifestação democrática.“, disse a presidente. Então, para o deputado, não há possibilidade de que ninguém seja punido. Se isso ocorresse estar-se-ia apenas criando mais um MÁRTIR diante de toda a sociedade.
Ao ser questionado sobre isso por nós o DEPUTADO disse: “Militares são cidadãos… Quem vai levar o pedido sou EU, eu sou político, representando seus interesses”
Segundo pesquisa realizada aqui na Revista Sociedade Militar, os militares das Forças Armadas tem se virado para quitar as dívidas causadas pela perda de poder aquisitivo. Segundo os dados colhidos:
Mais de 75% dos militares têm dívidas com empréstimo consignado, índice bem maior do que o restante da sociedade brasileira.
- 77% dos militares já estiveram em situação em que precisaram realizar um empréstimo para quitar dívidas contraídas anteriormente.
- 82% dos entrevistados (Todos os postos e graduações) declararam que pensaram em pedir baixa das Forças Armadas recentemente.
A manifestação pelo reajuste salarial está marcada para 30 de junho na praça dos três poderes.

6 comentários:

  1. muito bom deputado. corre atràs para aqueles que não te elegeram.....quem sabe para reeleição talvez eles te sirvam.
    subtenente bm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo subtenente; vc acha mesmo que nós bombeiros elegemos sozinho o Daciolo? Sabe de nada inocente...

      Excluir
  2. meu irmão, eu sou do ceará, mais o que esse deputado vem sofrendo bombardeio dos próprios companheiros por pura inveja , não está escrito, vai com Deus cabo daciolo, mostra à esses incrédulos que o deputado é do bem.

    ResponderExcluir
  3. Também não entendi! Nada contra os militares federais, mas os que o elegeram são MILITARES ESTADUAIS! E os federais já têm quem os representem! De qualquer forma, primeiramente tornar realidade as promessas de campanha a quem o elegeu, até porque o nobre deputado não foi o único militar estadual eleito! Depois os demais casos!

    ResponderExcluir
  4. Porque o nobre Dep. CB DACIOLO não vai ao Gov. PEZÃO, pedir para ele diminuir as parcelas do reajuste para no mínimo 03 anos, nos bombeiros estamos também individados inclusive com emprestimos para pagarmos dívidas, principalmente os inativos e pensionistas.

    ResponderExcluir
  5. Esse Subtenente ai de cima... deve ser um oficial recalcado se fingindo de praça kkkkkk - deixa o homem trabalhar nosso Deputado Daciolo vai ser Presidente desse país! Estou contigo Daciolo!

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.