terça-feira, 9 de junho de 2015

PRTB busca aliança com deputado DACIOLO e mantém sua aproximação com os MILITARES

PRTB busca aliança com cabo DACIOLO e mantém sua aproximação com os MILITARES.

 

 Nas eleições passadas o PRTB do Rio de Janeiro forneceu uma espécie de “apadrinhamento” para vários militares ligados ao PMB, ainda em fase de regularização. Entre os membros do Partido Militar que se candidataram citamos Gerson Paulo (Aeronáutica), sargento Luis (Polícia Militar) e Vinicius Feliciano (Exército), aquele que saltou da Ponte Rio Niterói. Para um primeiro pleito, sua apresentação para o público, eles receberam votação expressiva. Porém, o número de votos foi insuficiente para que obtivessem os cargos.

O PMB, que propala princípios vistos como conservadores, como redução da maioridade penal e revisão do estatuto do desarmamento, se tornou uma esperança para a sociedade, que sentia a falta de uma sigla partidária não ligada à esquerda. Contudo, o partido ainda não apresentou as assinaturas necessárias à sua regularização. Sendo um novo partido a sigla poderia receber, dentro da lei, políticos que hoje pertencem a outros partidos, como é o caso do capitão Augusto e o próprio Jair Bolsonaro, que já demonstrou interesse em sair do PP.


Recebemos informações de que essa semana o presidente do PRTB carioca, o vereador Jimmy, deve procurar o cabo Daciolo. Daciolo está sem partido depois de ter sido desligado do PSOL. Como político astuto, Jimmy Pereira percebe claramente que a campanha realizada pelo cabo bombeiro – deputado, que tem se reunido com militares Das Forças Armadas, no Rio e Brasília, em intensa busca da valorização da categoria MILITARES, pode arregimentar mais algumas dezenas de milhares de simpatizantes.

A família militar parece entusiasmada com a maneira usada por Daciolo para fazer política. O deputado quer levar os militares pra rua, forçando o governo a negociar um reajuste de salários e outras questões referentes à carreira.

Daciolo estará a frente de uma CONCENTRAÇÃO de militares das Forças Armadas no próximo dia 30 de junho, em frente ao Congresso Nacional. 

Junto dos Militares federais, o deputado Daciolo tem sim grande possibilidade de se eleger Senador no Rio de janeiro, se assim o desejar.

Revista Sociedade Militar – Rio

Um comentário:

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.