terça-feira, 14 de julho de 2015

Estado autoriza a compra de até seis armas por bombeiros

Liberação depende de análise psicológica

GABRIEL SABÓIA
Rio - Uma portaria publicada ontem no Diário Oficial do Estado cria novas normas para a aquisição e porte de armas de uso restrito por bombeiros. De acordo com o texto, cada militar terá direito a adquirir até seis armamentos (dois no mesmo ano), que não precisarão levar a identificação da corporação.
A autorização para o porte das armas fica condicionada, entre outros crivos, a uma avaliação psicológica composta por testes de personalidade, atenção, memória e habilidade motora, além de uma entrevista. No entanto, se reprovado, cada bombeiro poderá fazer o teste outras três vezes no período de um ano (o segundo teste poderá ser realizado 15 dias após o primeiro).
A aquisição e porte de armas por bombeiros causa temor ao especialista em Segurança Pública Paulo Storani. Apesar de legal, a norma pode manchar a imagem que a população tem do Corpo de Bombeiros. “Não sei até que ponto os bombeiros necessitam de armas em sua autodefesa. Até pela admiração que eles têm da população, a mudança pode ser negativa”, acredita o ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais (Bope).
“Grupos paramilitares e criminosos cresceram com a alienação de armas adquiridas de forma legal. O estado já não dá conta de fiscalizar as armas que já existem. Isto vai na contramão da política atual de diminuição do número de armas”, ressalta.
Questionada, a assessoria dos bombeiros se limitou a informar que “a portaria publicada se refere a uma atualização da norma interna, que está amparada em toda legislação vigente”, diz trecho da nota.
Regras para utilização
Os limites para aquisição de munições também foram definidos: cada bombeiro do estado poderá adquirir até 200 balas de uso restrito por ano. Pela regulamentação, terá o porte suspenso o bombeiro que for detido ou abordado em estado de embriaguez, ou sob o efeito de alucinógenos. Também passará pela sanção aquele que violar as normas previstas na lei 10.826/2003, como porte ilegal de outra arma, omissão de cautela, comércio ou tráfico internacional de armas e realização de disparo em áreas habitadas.
Ainda de acordo com a publicação, a autorização para o porte de arma será negado ou suspenso caso o militar responda a crimes na Justiça, esteja licenciado em virtude de algum distúrbio mental, não tenha comportamento classificado como ‘bom’ ou se tiver sido condenado por crime contra a Segurança Nacional. Caberá à Corregedoria Interna dos bombeiros o parecer final.

14 comentários:

  1. A informação está equivocada. Só quem faz exame psicológico a cada 3 anos são os inativos.

    ResponderExcluir
  2. Brabo do Interior14 de julho de 2015 14:48

    Quero aqui deixar registrado meu repúdio ao cel Douglas Jr comandante do CBA 4; senhor coronel tu bem sabes que consegue ser indesejado unanimemente,vc e sua trupe que bem sabemos quem são.
    Já se deu conta de que vc só dissemina ódio no seio da tropa? Vai embora logo;peça pra sair do comando onde vc acha que é semideus...Se eu fosse vc me sentiria envergonhado por sua postura e ainda se diz cristão, pare de falar de Deus pois homem de Deus não persegue seus semelhante. Vc só trás desgraça...
    Vc está ferindo o regulamento quando vc dissemina a discórdia, mas que vai te por um freio? Coronel Douglas; vc acabou com a carreira do cap Onofre;será que vc vai por a cara na frente quando vier as consequências e dizer que foi ordem sua?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. brabo do interior? está mais para chorão do interior. o assunto aqui não tem nada a ver com isso, para de vacilar , que param de ficar no teu pé.

      Excluir
  3. OLHA A SURPRESA DA FAMILIA PICCIANI TÁ DE SACANAGEM

    http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2015-07-14/picciani-quer-revogar-compra-de-armas-por-bombeiros.html

    ResponderExcluir
  4. Atencao bombeiros nossos parlamentares o todo poderoso e mafioso picciani resolveu aparecer pra ir contra uma norma interna nossa como se ele quem determinasse essas normas vale informar ao sr deputado primor de honestidade da alerj que isso e uma norma que segue lei constitucional vc nap tem nafs haver com isso e outra eu acho q vc tem q se preocupar em fazer leis pra nos dar condicoes melhores salariais , mais e conveniente aparecer com agente, gente vamos nos unir e convocar todos os bms pra que esse deputado vier contra nos nos fazer mos outro movimento, engracado que ele ta tao preocupafo em tirar um direito nosso qdo deveria esta preocupado em tirar as armas dos vagabundos, que palhaco

    ResponderExcluir
  5. PICCIANI contra bombeiros honestos ea favor dos verdadeiros bandidos sem armas maos c caneta

    ResponderExcluir
  6. Picciane contra os bms e a favor fos milicianos q elegeram seis filhos e ele

    ResponderExcluir
  7. Piciani se preocupa cpm seus pares da lava jato desarme eles da caneta igual vc e os seus mais de dois mil cargos na alerj

    ResponderExcluir
  8. PICCIANI contra bombeiros honestos ea favor dos verdadeiros bandidos sem armas maos c caneta

    ResponderExcluir
  9. Bombeiro precisa de moradia.

    ResponderExcluir
  10. Mais.uma.bes rasgaram a Constituiçao na NOSSA CARA, não podemos esmorecer, já derrubamos um comando uma vez, acabamos com a carreira política do Cabral,temos que mostrar a nossa força novamente, mostrar do que somos capazes, porque então não alteram a NIA e colocam 3 armas de.porte, sendo uma restrita, uma permitida e outra de caça? ?? Precisamos voltar;escadaria da ALERJ, estamos voltando, nos aguarde!!!

    ResponderExcluir
  11. Picciani vc deveria ver as condições de seus funcionários que você escraviza em suas fazendas papudo.

    ResponderExcluir
  12. BOMBEIROS VAMOS VOLTAR A NO´S UNIRMOS. AS ELEIÇÕES E INTERESSES DE ALGUNS NOS SEPARARAM

    ResponderExcluir
  13. A condicao a moral eo respeito que o povo da para os bombeiros,faz com que esses politicos imundos tenham medo do comando de verdade (exercito)coloca os bombeiros pra prende eles ai o rio de janeiro vai ver o que e dura de verdade

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.