sábado, 18 de julho de 2015

SOLDADOS DE 2014 TRABALHANDO A MAIS DE 300KM DE CASA


Além de terem sidos enviados para injustamente para Quartéis muito distantes, como Itaperuna, tendo em vista que não houve um critério lógico, como as melhores classificações dentro  do curso e concurso, ainda têm que arcar com o transporte por conta própria, o que não sai barato.

Os Soldados estão gastando em média R$600,00 a R$800,00 por mês do salário que já é pouco,  ainda tem o cansaço da viagem de 6 horas, viagens de madrugada e impossibilidade sequer de descansar ao chegar, cumprindo escala de 48 horas.

Pra piorar a situação o Major Joelson, que é um fantoche do coronel Douglas, obriga os Soldados a ir todo final de mês para Itaperuna para assistir a uma reunião de 20 minutos, onde só se fala besteira,  nos dias de folga.

Agora dia 16 houve uma solenidade de inauguração do destacamento de Natividade e novamente obrigados a ir.

Dia 13 agora tiveram de sair de casa as 5h da manha para ir em Itaperuna fazer uma prova que não serve para nada, e voltar pra casa.

Descumprimento total da LEI 279/79
SEÇÃO IV
Do Transporte

Art. 38 - O PM ou BM movimentado, por interesse do serviço, tem, por conta do Estado, direito a transporte, nele compreendidas a passagem e a translação da respectiva bagagem, de residência à residência, se mudar em observância a prescrições legais, regulamentares.

§ 1º - Se a movimentação do PM ou BM importar em mudança de sede, os seus dependentes e um empregado doméstico terão o direito previsto neste artigo.

§ 2º - Os dependentes e o empregado doméstico com o direito previsto nesta Seção, só poderão usufruí-lo se viajarem no período compreendido entre quinze dias antes e noventa dias após o deslocamento do PM ou BM.

§ 3º - Quando o PM e BM falecer em serviço ativo, seus dependentes e o empregado doméstico terão direito, até noventa dias após o falecimento, ao transporte, por conta do Estado, para a localidade no território estadual, onde fixarem residência.

Art. 39 - O PM ou BM terá direito a transporte por conta do Estado, quando tiver de efetuar deslocamento fora da sede, nos seguintes casos:
I - interesse da Justiça ou da disciplina;
II - realização de concurso para ingresso em escola ou curso de interesse da Corporação;
III - por motivo de serviço decorrente do desempenho de sua atividade;
IV - realização de inspeção de saúde, baixa à organização hospitalar ou alta dessa, em virtude de prescrição médica.

Art. 40 - Quando o transporte não for realizado pelo Estado, o PM ou BM será indenizado da quantia correspondente às despesas decorrentes do direito a que se refere esta Seção, obedecidos os limites estabelecidos pelo Poder Executivo.

Art. 41 - O Poder Executivo, através de decreto, regulamentará o disposto nesta Seção.

5 comentários:

  1. Não adianta fazer matéria pra informar a situação desses militares que estão a sofrer por conta do capricho de Douglas Jr; esse sujeito que se sua cristão só faz o mal com o próximo.
    Joelson por sua vez como diz a própria matéria é um fantoche.
    Cel Douglas Jr não se importa com seus pares ou subordinados; na frente do holofote ele prega uma coisa mas nos bastidores ele faz outra.
    Até quando teremos que aguentar esses dois?
    Não respeita os outros;não usa o regulamento ou decreto pra benefício de ninguém; somente pra punir arbitrariamente.

    ResponderExcluir
  2. Não adianta fazer matéria pra informar a situação desses militares que estão a sofrer por conta do capricho de Douglas Jr; esse sujeito que se sua cristão só faz o mal com o próximo.
    Joelson por sua vez como diz a própria matéria é um fantoche.
    Cel Douglas Jr não se importa com seus pares ou subordinados; na frente do holofote ele prega uma coisa mas nos bastidores ele faz outra.
    Até quando teremos que aguentar esses dois?
    Não respeita os outros;não usa o regulamento ou decreto pra benefício de ninguém; somente pra punir arbitrariamente.

    ResponderExcluir
  3. Lelele lelele lelele lelele vida de negro é difícil é difícil como o quê vida de negro é difícil é difícil como que eles acham que os escravos servem no corpo de bombeiro como no início do século

    ResponderExcluir
  4. Não existe felicidade na escravidão. Davi disse andarei em liberdade buscando o seu preceito.
    Quem escraviza meus irmão tb são escravo eles assim escolherão. Nós lutamos contra o poder e ganhamos porém os Cel como esse preferem ser escravos do Governo. Nem todos são assim. Juntos Somos Fortes. Vamos buscar refúgio na presença de Deus.

    ResponderExcluir
  5. Meus caros sou bombeiro ha vinte anos e esta situação não muda,isso não acontece só com os bombeiros de 2014 o fato que isso já é um problema que se arrasta por vários anos na nossa corporação existe bombeiros que mora em caxias e serve em petrópolis e vice versa se vocês fizerem um levantamento verão que só nestes quarteis ha mais de trinta casos,deveria ter no cbmerj um programa de remanejamento de interesse próprio do bombeiro onde ele podera optar pela melhor localização do quartel a servir,mesmo que isso demore um pouco a acontecer pois sabemos das dificuldades que existem, mais dentro do possivel os remanejamentos pode acontecer,fica aqui a minha solidariedade para aqueles que acordam cedo para trabalhar e tem que encarar nas primeiras horas do dia uma viajem de 100 km ou mais para encarar um serviço de 24 horas dependendo de carona ou tendo que tirar dinheiro do bolso para cumprir seu serviço.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.