terça-feira, 25 de agosto de 2015

Bombeiro é covardemente agredido em resgate em Ponta Grossa, em Maricá


LEI SECA MARICÁ :: ROMÁRIO BARROS­ Um sargento do Corpo de Bombeiros do Destacamento de Maricá foi agredido covardemente durante um resgate médico noticiado pelo LSM na noite deste domingo, 23 (RJ­106: Acidente de carro deixa mulher ferida em Ponta Grossa). Caso foi registrado na delegacia de Maricá. 


De acordo com o registro de ocorrência, o Sargento Marendaz aguardava a viatura do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) para entregar a área do acidente quando surgiu um elemento invadindo o cordão de isolamento para mexer no veículo. O Sargento chamou a atenção para que o homem saísse do local e não mexesse no veículo. 

O Sargento foi desacato pelo homem identificado como Eduardo de Lima Dellani, que não satisfeito em lhe desacatar e desobedecer uma ordem legal, desferiu um soco no rosto do Militar. Em seguida, o Sargento foi obrigado a usar os meios necessários para conter o homem e ele foi detido com auxílio da guarnição. 

Outro Sargento que estava no local confirmou a história e disse ainda que o homem se identificou como sendo Cabo do Exército, mas não mostrou nenhum documento de identificação. 

Já o agressor disse que o irmão do motorista do carro havia permitido que ele mexesse no carro. De acordo com o agressor, quando ele estava no carro o Bombeiro disse que não poderia mexer. Ele argumentou que queria pegar apenas o documento do carro para fazer o registro do acidente e que em seguida, o Bombeiro lhe pegou pela camisa e saiu o ‘arrastando’. 

O agressor informou a outro Bombeiro que sabia como funcionava o procedimento, pois já teria sido militar. Ele finalizou dizendo que o Bombeiro que o arrastou pela camisa retornou e disse que o agressor não sabia de nada e tentou lhe agredir novamente. 

O caso foi registrado como desacato, desobediência e vias de fato na delegacia de Maricá (82a DP). O Juizado Especial Criminal (Jecrim) vai escutar as partes envolvidas em audiência já marcada 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.