quinta-feira, 20 de agosto de 2015

PM investiga oficiais por rombo mensal de R$ 450 mil em conta-fantasma da corporação

A Corregedoria da PM investiga um esquema de corrupção em contas da corporação que não são fiscalizadas por auditores da Secretaria estadual de Fazenda. O Inquérito Policial Militar (IPM) foi aberto na semana passada com base numa informação anônima recebida pelo Ministério Público. Segundo a denúncia, obtida com exclusividade pelo EXTRA, três oficiais lotados no QG — um coronel, um tenente-coronel e uma major, todos lotados na diretoria de finanças da corporação — embolsariam pelo menos R$ 450 mil por mês. A quantia é referente aos rendimentos da conta do Fundo de Saúde da PM (Fuspom), onde o governo federal deposita cerca de R$ 30 milhões por mês.


O esquema só é possível porque a conta não está adequada ao Sistema Integrado de Administração Financeira para Estados e Municípios (Siafem) e, por isso, nenhuma movimentação bancária passa pelo crivo de auditores fiscais. Assim, os juros gerados pelos rendimentos feitos automaticamente pelo banco não são detectados pela Secretaria de Fazenda nem aparecem nos balanços de entradas e saídas de dinheiro do fundo. O Siafem foi regulamentado no Rio em 2001.

Os investigadores, agora, deverão apurar como a quantia é retirada da conta e se há a participação no esquema de funcionários da Secretaria de Fazenda e do Bradesco, onde a conta foi aberta. Outro objetivo do IPM é identificar se outras contas da corporação também ficam de fora da fiscalização.


Nota foi emitida sem que produto fosse entregue. Foto: Berg Silva / Extra

O Fuspom, que recebe contribuições mensais de toda a tropa e repasses dos governos estadual e federal, já é alvo de uma investigação da Corregedoria e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP. Os investigadores detectaram fraudes em compras, sem licitação, de produtos hospitalares. A aquisição que motivou a abertura da investigação foi a de 75 mil litros de ácido peracético para o Hospital Central da PM. O produto nunca foi entregue, mas custou mais de R$ 4 milhões à corporação. Em 2014, o Fuspom recebeu o total de R$ 77.362.008,85 de repasses dos governos estadual e federal e da contribuição da tropa.

As investigações sobre o esquema, que também passa pelo Hospital da PM de Niterói, estão em fase final. Em breve, o MP vai enviar a denúncia à Justiça. Estão na mira uma série de oficiais da cúpula da corporação.

O EXTRA procurou a PM para esclarecer por que a conta do Fuspom não faz parte do Siafem e se há outras na mesma situação. Em nota, a corporação respondeu que “a investigação da Corregedoria corre em sigilo”. Procurada para esclarecer se sabia da existência da conta, a Secretaria estadual de Fazenda não respondeu ao EXTRA. Já o Bradesco afirmou que não comentaria o caso.



FONTE: EXTRA

6 comentários:

  1. Quando vão fazer isso no fundo de saúde e na verba de rancho do CBMERJ ? Fica aí a pergunta.

    ResponderExcluir
  2. porque esse fuspom recebe dinheiro federal? outro o cbmerj também recebe verba federal? pra que isso? tinha que dar nisso mesmo e brincadeira né!

    ResponderExcluir
  3. Quero ver e expulsão e prisão, denunciar é mole

    ResponderExcluir
  4. Dá para ver que todos estão envolvidos: A PM, a Secretaria Estadual de Fazenda e o Banco Bradesco, ou seja, é uma quadrilha formada igual a do lava-jato, precisamos de um Sérgio Moro, para colocá-los na CADEIA, pois é o mínimo que pode ser feito com eles.

    ResponderExcluir
  5. $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$+++++/// BIZU FORTE DO PASSARO DO BICO VERMELHO$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$O BANCO BRADESCO X BANCO ITAU E OUTRO BANCOS TEM CONTA ABERTA DE DINHEIROS ESTORQUIDOS DE PROPINA TIRADA DOS CONTRIBUITES ACHARCADOS EM FAVOR DE ALGUNS OFICIAIS BOMBEIROS MAUS ELEMENTOS LALAUS DA ENGENHARIA A VENDA DE LAUDOS DE EXIGENCIA ESTAR A TODO VAPOR DEPUTADO NOS QUARTEIS JA VIROU MODA PAGOU LEVAR ..A FABOM X FUNESBOM E DE PAI PARA FILHOS ALGUNS OFICIAIS DO CBMERJ E PIOR QUER DA PMERJ SAO TODOS MOITAS E GATUNOS..ATE QUANDO ESSA HISTORIA VAI CONTINUAR OFICIAIS COM 10ANOS DE BOMBEIROS ESTAO RICOS ..E CORREGEDORIA SABE E NAO FAZ NADA JUNTO AO MPERJ..OS CORONEIS ANTIGOS QUASER TODOS SAO MILHIONARIO FICARAM NESSA SITUAÇAO NAS CUSTA DO CBMERJ.MAIS AJUSTIÇA DE DEUS TARDA MAIS NAO FALHA ,,DEUS E FIEL,,O DIA DELLES VAO CHEGAR,,,,,

    ResponderExcluir
  6. $$$$$$$$$$$$$$ EXTRA EXTRA E SO INVESTIGAR AS CONTAS DOS OFICIAIS DA ENGENHARIA E DA FUNESBOM E FABOM DGS..E COMD GERAL...E OS LARANJAS AMANTES E FAMILIARES E AMIGOS DELLES....QUER A COBRA VAI FUMAR ,,SENHORES DA PF,,GAECO X MPERJ...APURAÇAO SUMARIA JA JA....BOMBEIROS PEDEM SOCORRO,,,

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.