segunda-feira, 10 de agosto de 2015

TOTAL APOIO AOS SERVIDORES DA SAÚDE - UNIFICAÇÃO DAS LUTAS JÁ


Em greve, servidores da rede federal de saúde protestam na Zona Sul do Rio

Cerca de 250 pessoas se reuniram em frente ao Instituto Nacional de Cardiologia, em Laranjeiras, nesta segunda-feira
O DIA


Rio - Em greve, servidores da rede federal de saúde protestaram na Rua das Laranjeiras, em frente ao Instituto Nacional de Cardiologia (INC), no bairro da Zona Sul do Rio, na manhã desta segunda-feira. O ato reuniu cerca de 250 pessoas e criticou a política de privatização. A categoria pede equiparação salarial com os servidores do INSS, a incorporação da gratificação e a reposição das perdas salariais. Eles também lutam pelo duplo-vínculo e por uma jornada de 30 horas semanais.

Participaram não apenas servidores do INC, mas também de outras unidades hospitalares. Um ato unificado está previso para a próxima quarta-feira, às 10 horas, no Núcleo do Ministério da Saúde no Rio (Nerj), na Rua México, 128. O objetivo é pressionar o governo pelo início de negociações efetivas na saúde federal.
Categoria entrou em greveFoto: WhatsApp O DIA (98762-8248)

Segundo o SINDSPREV-RJ, sindicato que representa a categoria, após ocupação do gabinete do coordenador do Ministério da Saúde no Rio, na última quinta-feira, representantes da pasta em Brasília sinalizaram com a possibilidade de negociação na capital federal nesta quarta, o que ele ainda não está assegurado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.