quarta-feira, 16 de setembro de 2015

ABMERJ integra Grupo de Trabalho pela reforma dos Postos de Salvamento


Objetivo do Encontro:
 Reforma e manutenção dos Postos de Salvamento, atribuições do Corpo de Bombeiro Militar; Cronograma de reforma e prioridades; Conscientização de uso do espaço pelo Bombeiro Militar; e, Integração dos Órgãos envolvidos com a participação da Associação de Bombeiros.
A Associação de Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro- ABMERJ, parceira da AGVERJ - Associação dos Guarda-Vidas do Estado do Rio de Janeiro, esteve presente na tarde desta segunda-feira, no Posto 12 no Leblon, com representantes das Instituições Públicas e Privadas envolvidas na gestão dos Postos de Salvamento, debatendo propostas e sugestões para a reforma e melhoria das instalações dos Postos de Salvamento da Zona Sul e Zona Oeste do Município do Rio de Janeiro.
Estiveram presentes no encontro o Presidente da ABMERJ Mesac Eflaín, o Diretor Administrativo Cláudio Vinícius que representou a AGVERJ, o Srº João Marcello, Vice-Presidente da Orla Rio, Srº Cel BM Fernando dos Santos, Comandante do  GMar Copacabana, 1°Sgt BM Athayde, representando o CBA XI Atividades Marítimas, Srº Luiz Roberto, Assessor da SECPAR Secretaria Especial de Concessões e Parcerias Público-Privadas, Srº Rodrigo Abreu, Diretor Operacional da Orla Rio.
O encontro serviu para identificação de problemas, dificuldades de operação, propostas de ações, sugestões de mudanças no projeto de reforma, programa de conscientização e normatização do uso do espaço pelos Guarda-vidas, cronograma para reforma dos Postos.
A Empresa Orla Rio informou aos presentes quais são as suas dificuldades operacionais, esclareceu que pelo fato da empresa estar sub júdice devido a um questionamento do MP sobre um termo aditivo feito em seu contrato com a Prefeitura, isso gerou atraso , mas não impedirá a reforma dos Postos. Foi informado também que todos os Postos foram vistoriados, da Zona Oeste a Zona Sul, inclusive foram encontrados algumas irregularidades como as demonstradas nas fotos abaixo:
abmerj35
abmerj36
Foi debatido entre os presentes a necessidade de um Programa de Conscientização para a utilização do Posto, pertencente a Prefeitura que abriu CONCESSÃO DE USO para Empresa Orla Rio explorar o espaço INFERIOR devendo , no entanto, manter a manutenção da parte SUPERIOR onde trabalham os Guarda-Vidas na melhor condição possível de utilização. Propostas como um livro de Registros de Alterações, proibição da permanência de pessoas estranhas no local, descida exclusiva para os Guarda-vidas, dentre outras foram feitas e serão postas em prática via cada Instituição.
O Projeto para a parte interna do Posto foi feito por um arquiteto contratado pela Orla Rio, sob orientação do 1° Sgt Athayde do CBA XI Atividades Marítimas, e ainda sofreu duas alterações durante a reunião e uma proposta de estudo de viabilidade de uma pequena pia dentro do boxe de banho para higiene bucal. Segue abaixo a planta para a reforma dos Postos:
Abmerjposto2
Abmerjposto3
Abmerjposto4
Abmerjposto5
Abmerjposto6
Abmerjposto7
abmerj25
abmerj2
abmerj23
abmerj24
abmerj22
abmerj21
Orla Rio nos informou que está pesquisando uma melhor forma de viabilização da obra, se através de contratação de Empresa Terceirizada ou através de empenho de pessoal próprio, processo este que estaria em fase de conclusão. E tão somente depois da viabilização da obra será discutido um cronograma para a realização da reforma dos Postos, mas ficou definido que o Posto 13 em São Conrado já estaria entrando em obra nas próximas semanas.
É importante ressaltar que de nada adianta reformar, se não houver um comprometimento do profissional em preservar e zelar pelo seu Posto, que nada mais é que uma extensão do seu Quartel e por conseguinte da sua Casa. Um bom funcionamento do Posto de Salvamento depende de todos aqueles que dele se incumbem responsabilidade e cuidado com o bem público. Foi debatido uma forma de conscientização da tropa com a preservação do bem público, que vai ser aprofundado mais adiante, mas que poderá ocorrer através de palestras, panfletos e normas a serem instaladas, inclusive,com a participação da Associação.
Foi definido então a formação de um GRUPO DE TRABALHO, que visa dialogar, sugerir, debater o projeto de reforma dos Postos de Salvamento, sendo composto pela Orla Rio, pela SECPAR, pelo CBA XI Atividades Especializadas e pela ABMERJ.
A formação deste GRUPO DE TRABALHO não servirá para isentar de responsabilidade, qualquer uma das Instituições com relação ao ACIDENTE DO POSTO 4, em Copacabana. A ABMERJ espera e confia que a perícia realize um bom trabalho, e que possa identificar a responsabilidade da Instituição ou Instituições que possam estar envolvidas no episódio, e desde já reitera o apelo para que as instituições demonstrem total apoio e amparo aos profissionais que quase perderam a vida no acidente.
ABMERJ apoia a reforma dos Postos de Salvamento, apoia a manutenção adequada do local, luta pela DIGNIDADE dos Heróis do Rio, e em primeiro lugar, a manutenção dos bons serviços prestados a população.
foto 1Juntos Somos Fortes!
Mesac Eflaín - Diretor Presidente
FONTE: www.ABMERJ.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.