quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Somente 15 Guarda-Vidas trabalhando no feriado em Guarapari - ES

O feriado de 7 de Setembro se aproxima e quem pretende aproveitar para curtir as praias de Guarapari precisará ter muito cuidado. Isso porque apenas 15 guarda-vidas estarão trabalhando no município ao longo do final de semana e na segunda-feira (07).

Ao todo, 27 guarda-vidas trabalham na cidade atualmente. Desses, um está de férias, três estão de atestado e oito trabalham 30 horas semanais somente em dias úteis, de acordo com o gerente de Salvamento Marítimo, Edalmo Souza Almeida. Logo, apenas 15 estarão observando os banhistas durante o final de semana e o feriado.

Jpeg
Apenas 15 guarda-vidas estarão trabalhando no município ao longo do final de semana e no feriado. Foto: Wilcler Lopes/portal27

Levando em conta a quantidade de turistas que vem para Guarapari nos feriados, além da população do próprio munício que também frequenta as praias nessas ocasiões, a probabilidade de acontecer alguma tragédia é quase certa, como é o caso acontecido em julho e noticiado aqui.   Por isso, é possível que esse número de guarda-vidas que estará atuando no feriado não conseguirá dar conta de atender a tantas ocorrências que normalmente acontecem nas praias nesses períodos.
Edalmo conta que faz o que pode para tentar proteger os banhistas: “Tenho que me virar. Fazer a escala com a colaboração dos guarda-vidas tentando que eles façam dois turnos para ajudar”. Ele explicou que esse número de guarda-vidas atuantes no momento está reduzido porque o contrato dos demais acabou no dia 14/08. Ainda segundo Edalmo, alguns guarda-vidas estão entrando em acordo para trabalhar no feriado em troca de folga depois.

Jpeg
Praia do Morro é uma das praias onde ocorrem as maiores ocorrências de afogamentos. Foto: Wilcler Lopes/Portal27

O Portal 27 conversou com um dos guarda-vidas de Guarapari, que não será identificado, e recebeu muitas reclamações do mesmo. Ele disse que os governantes do município não têm noção do que os guarda-vidas passam e que as condições de trabalho são péssimas.
Em nota, a Prefeitura de Guarapari declarou que: “A Secretaria Municipal da Saúde já está elaborando novo edital de processo seletivo, visando atender a demanda da alta temporada no município. Sua publicação deverá ocorrer ainda este mês. Até a conclusão do processo seletivo, o serviço de salvamento marítimo contará com 27 profissionais que serão distribuídos de acordo com a demanda e histórico de ocorrências de cada praia.  A escala de trabalho dos salva vidas é construída com a participação do Corpo de Bombeiros e Gerência de Salvamento Marítimo. O monitoramento de presença é realizado diariamente pela gerência e subgerência”.


*Por Gessika Avila

Fonte: portal27

Um comentário:

  1. PARA OS BOMBEIROS DA REGIÃO DOS LAGOS, TEMOS QUE LUTAR POR UMA POLICLÍNICA, PAGAMOS O RIO PREVIDÊNCIA E TEMOS QUE SAIR PARA O RIO PARA SER INTERNADO OU TRATADO, ISSO É COVARDIA ACORDA BOMBEIROS DA REGIÃO DOS LAGOS.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.