quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Bombeiro admite que documento de pizzaria que explodiu desapareceu

Especialista suspeita que estabelecimento motivou acidente


Labradores Lua e Lion farejam sobreviventes nos escombros da explosãoFoto: Estefan Radovicz / Agência O Dia

Rio - Nem o Corpo de Bombeiros sabia onde estava o laudo aprovando a utilização de GLP na pizzaria Dell’Arco, principal suspeita do vazamento de gás que explodiu um quarteirão da Rua São Luiz Gonzaga, em São Cristóvão na última segunda-feira.

A corporação emitiu uma nota oficial em que reconhece a desorganização. 'Não foi localizado, no sistema ou arquivos físicos da corporação, documento que atestasse regularidade dos sistemas da referida pizzaria'. No mesmo comunicado, os bombeiros informam que a prefeitura encontrou o documento perdido, anexado ao alvará. A data da autorização também surpreende: é de dezembro de 2001.

O restaurante Ipueira, que funcionava ao lado e também foi destruído, tem laudo de 2005. Tanto tempo depois, não consta que nova vistoria tenha sido feita nas lojas. "Isso deveria acontecer de três em três meses, pelos bombeiros e pela prefeitura”, acusa o engenheiro civil e conselheiro do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura, Antônio Eulálio Araújo. “A perícia vai apontar, mas são fortes os indícios que o vazamento tenha sido na pizzaria, pois as embalagens foram parar sobre um prédio de dez andares”, avaliou.

Cerca de 600 toneladas de entulho foram retiradas ontem do que sobrou dos De acordo com o SindRio, a cidade tem mais de 18 mil bares e restaurantes e cerca de 600 hotéis. É importante que as pessoas denunciem o estoque de botijões de gás - . só é permitido o estocar até dois botijões ou cilindros. 

O Corpo de Bombeiros recolheu os pertences dos moradores no entulho e encaminhou à Defesa Civil.. O dono da Cabral Esportes, José Augusto Cabral, conseguiu recuperar a maioria do estoque. "Como minha loja não explodiu, mas foi demolida por falta de segurança, as mercadorias não queimaram, então recuperei parte do trabalho da minha vida toda". 

Lion e Lua, focinhos de super-heróis

Os cães Lion e Lua, dois labradores dos Bombeiros, ajudaram a localizar as vítimas entre as toneladas de escombros. Lua, de pelagem negra, tem um ano de idade e é estreante no ofício de salva-vidas. Já Lion, de cor bege, tem seis anos e meio e está na história dos resgates desde 2010.

“É nosso herói e já veterano”, comentou o tenente Thiago Câmara. “Ele é dócil e muito esperto. Quando perguntado se há algum humano para ser socorrido, ele balança o rabo e fica sentado ou em pé. Se a vítima é animal, ele se deita, em sinal negativo”, explica.

Enquanto os humanos têm aproximadamente cinco milhões de células sensíveis a odores, um cão pode ter até 220 milhões, o que lhes confere uma espécie de superpoder no caso de resgates.

FONTE: O DIA

5 comentários:

  1. Simples, é só criar um novo convênio de PROEIS, exclusivamente para fiscalização!

    ResponderExcluir
  2. Kkkkkkk...nao achou o Laudo de Vistoria
    O ultimo a sai apague a luz....

    ResponderExcluir
  3. negativo a informação acima sobre os cães. quem encontrou as vítimas foi as guarnições do GTSAI e PABM 08 e retiraram elas dos escombros. pela manhã quando o GBS e os cães chegaram procuraram por possíveis vítimas fatais, mas felizmente não encontraram, apesar do GTSAI já ter feito diversas buscas antes deles chegarem. Vamos dar os louros a quem merece.

    ResponderExcluir
  4. DEVE ESTAR JUNTO COM AS VIGAS DA PERIMETRAL...

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.