sexta-feira, 9 de outubro de 2015

O GOVERNADOR NÃO DEU REAJUSTE SALARIAL AOS MILITARES, ENTRETANTO OS FUNCIONÁRIOS DA JUSTIÇA ESTADUAL RECEBERÃO 5%

Senhores, lembrando que o acréscimo no soldo NÃO É reajuste salarial. Todo o ano há inflação, dessa forma, caso não haja reajuste salarial, o trabalhador terá perda real. Alegando dificuldade para pagar o 13º salário (o que é obrigação, segundo a Constituição Federal, a Constituição Estadual e o Estatuto dos Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro) o Governador disse que não iria reajustar os salários dos servidores, entretanto o Poder Judiciário terá reajuste de 5%, retroativos a setembro.

O pacote oferecido aos servidores da Justiça inclui aumento de 27% no valor do auxílio-transporte, que subiria de R$ 11,80 para R$ 15 POR DIA LEMBRANDO QUE O AUXÍLIO TRANSPORTE DOS POLICIAIS E BOMBEIROS É DE R$ 100,00 POR MÊS, HÁ 3 ANOS).

Lembram do ano passado, em que recebemos R$100,00 de auxílio natalino? Os servidores do Judiciário irão receber R$ 2.000,00.

A etapa de alimentação destacada dos Militares Estaduais é de R$ 174,00 mensais (menor do que o gasto com alimentação para um preso, que é de R$ 2.238,00). Os funcionários do TJ irão receber auxílio alimentação de R$ 950,00, passando a ser pago em dinheiro...

Há, lembrando que os funcionários da Justiça passaram a receber esse ano R$ 953,00 de auxílio educação POR FILHO, podendo chegar a R$ 2.859,00 com três filhos, que é o máximo. Obs: A constituição Federal, em seu Art. 205, incisos I e IV diz: Art. 206. O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios:

I - igualdade de condições para o acesso e permanência na escola;

IV - gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais;

É por isso que fui preso na solitária de Bangu 1 em 2012, por reivindicar de forma pacífica melhores salários e condições de trabalho para todos os Policiais Militares do Rio de Janeiro.

E, infelizmente, você provavelmente deve achar que por isso sou maluco.

FONTE: Facebook CB PM Wagner Luís

9 comentários:

  1. Vamos compartilhar cada um faz sua parte

    ResponderExcluir
  2. Só tem um jeito que conseguir alguma coisa e todos nós já sabemos disso, ir para rua manifestar se possível paralização para que seja atendidas as nossas melhorias.
    Claro que precisamos que nosso deputado Cabo daciolo se manifeste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos um comandante que nada fala agente quer o que?

      Excluir
  3. Ano que vem temos Olimpíadas! Será que serão os funcionários do tj que irão fazer o policiamento? Será que os militares do estado farão alguma coisa pra mudar isso, pois pelo visto ir a Brasília ouvir blá, blá, blá, não adianta! A canoa não vai , nem está afundando, já. Afundou!

    ResponderExcluir
  4. 5 % para os funcionários da justiça, e NADA para os funcionários na INjustiça...

    ResponderExcluir
  5. Judiciário = Putinha do governador !!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Alô pessoal....ja passou da hora de nos reorganizar,e colocar em pauta as nossas reivindicações.Como uma classe pode ser tão privilegiada em detrimento as demais?A segurança publica sempre foi tratada com desleixo e acho devemos nos mobilizar no sentido de tentar sermos ouvidos.Com esse comandante geral não vamos a lugar algum tendo vista que ja deve ganhar muitas benesses e acredito muito pouco que vá brigar pela tropa.Os funcionários do judiciário tem quem brigue por eles já nós não temos e fica evidenciado em cada proposta salarial.sem contar que nossa ajuda na passagem ha mais de anos não tem um aumento se quer

    ResponderExcluir
  7. Nós queremos melhorias sim , mas não podemos contestar as melhorias conquistada pelos outros órgãos do estado. O TJ deve ter um representante que revindica por seus funcionários , ao contrário da PMERJ e CBMERJ.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.