quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Progressão da Polícia Militar do Rio é questionada


Problema na progressão fez a PM pedir alteração de decreto 

Cerca de 800 policiais militares (PMs) estão indignados porque tiveram a progressão por tempo de serviço prejudicada devido ao que chamam de “interpretação equivocada” do Decreto 43.455/2012, que trata de promoções na corporação. Os policiais, que hoje são primeiros-sargentos, fazem parte das turmas 54.000, 55.000 e 56.000 — que entraram na Polícia Militar entre 1989 e 1992 — e foram ultrapassados por PMs “mais modernos”, como são chamados os que ingressaram depois.

O problema, segundo os policiais, começou com a promoção de um grupo de PMs, que eram segundos-sargentos, em novembro de 2014. “As graduações eram destinadas às nossas turmas, mas como já éramos primeiros-sargentos, policiais de turmas seguintes ocuparam as vagas”, disse um PM.

Em junho de 2015, os mesmos policiais que haviam sido promovidos em novembro — utilizando-se de uma brecha do decreto de 2012 — foram novamente beneficiados. Desta vez, tornaram-se subtenentes. E os mais antigos continuaram como primeiros-sargentos. “Ou seja, eles foram promovidos em 2014 e 2015, e nós estamos esperando promoção desde 2013” , afirmou o PM, que credita a trapalhada ao decreto: “A previsão é que só sejamos promovidos em 2017”.

PM quer alterar o decreto

Procurado, o Comando da Polícia Militar informou que solicitou à Casa Civil a alteração no decreto. De acordo com a corporação, na tarde da última segunda-feira, a Diretoria Geral de Pessoal da PM se reuniu com uma equipe do governo estadual para debater o assunto, “que é uma das prioridades deste comando”, segundo a nota.

A PM não informou, no entanto, se os policiais prejudicados serão compensados. Não há, por enquanto, previsão de data para que o decreto seja modificado.

FONTE: EXTRA

17 comentários:

  1. QUEM FOI ULTRAPASSADO DEVERIA ESTUDAR MAIS!!

    ResponderExcluir
  2. No Cbmerj acontece a mesma coisa com os CBs cursados QBMP 06 que foram ultrapassados por militares mais modernos ( soldados foram a CB em 2010 e em 2014 a SGT) e nós CBs cursados de 2008 ainda somos CBs...esse erro tem que ser corrigido,houve uma quebra de um dos pilares do militarismo (HIERARQUIA), e isso não pode acontecer... Cabos cursados de 2008 não podem ser ultrapassados pelos cabos tempo de serviço de 2010 !!! Justiça seja feita !!! JSF ...

    ResponderExcluir
  3. No Cbmerj acontece a mesma coisa com os CBs cursados QBMP 06 que foram ultrapassados por militares mais modernos ( soldados foram a CB em 2010 e em 2014 a SGT) e nós CBs cursados de 2008 ainda somos CBs...esse erro tem que ser corrigido,houve uma quebra de um dos pilares do militarismo (HIERARQUIA), e isso não pode acontecer... Cabos cursados de 2008 não podem ser ultrapassados pelos cabos tempo de serviço de 2010 !!! Justiça seja feita !!! JSF ...

    ResponderExcluir
  4. No Cbmerj acontece a mesma coisa com os CBs cursados QBMP 06 que foram ultrapassados por militares mais modernos ( soldados foram a CB em 2010 e em 2014 a SGT) e nós CBs cursados de 2008 ainda somos CBs...esse erro tem que ser corrigido,houve uma quebra de um dos pilares do militarismo (HIERARQUIA), e isso não pode acontecer... Cabos cursados de 2008 não podem ser ultrapassados pelos cabos tempo de serviço de 2010 !!! Justiça seja feita !!! JSF ...

    ResponderExcluir
  5. Agora apareceram um monte de intelectual. Esse decreto ferrou meio mundo por causa de um militar que as vezes e impedido de cursa por causa de saúde ai acontece isso . esses bam bam bam tinha que ter entrado antes para ver como era o Cbmerj e nao ficar julgando se nem sabe o que aconteceu.

    ResponderExcluir
  6. Agora apareceram um monte de intelectual. Esse decreto ferrou meio mundo por causa de um militar que as vezes e impedido de cursa por causa de saúde ai acontece isso . esses bam bam bam tinha que ter entrado antes para ver como era o Cbmerj e nao ficar julgando se nem sabe o que aconteceu.

    ResponderExcluir
  7. No CBMERJ, provavelmente na PM também, ocorreu uma injustica com os militatres que fizeram CFC. A turma de soldados do cbmerj de 2008 das QBMPs 00, 02 e 10 que cursaram CFC em 2011 hoje estão com 4 anos de cabo e só irão a sargento em 2020, ou seja, serão CABOS POR 9 ANOS!!! Não seria interessante reavaliar este tempo para promoção para os cabos cursados e somar forças para a mudança desse decreto? Sem contar que os mesmos foram ultrapassados por soldados de turmas anteriores que hj são 3 sargentos, devido no decreto dizer que Cabo não se encontra no quadro de acesso. Queremos justiça e dignidade!!!

    ResponderExcluir
  8. o soldado que entrou em 2008 e já é sgt merece aplauso. É o fruto do estudo e dedicação. Existem militares da sua turma que já são 1° sgt. Logo a oportunidade foi dada. Não estou dizendo que é seu caso mas há muitos militares que não correm atrás, não se dedicam . Sabem apenas ficar se fazendo de vítima .

    ResponderExcluir
  9. Acho correto que os policiais, que estão saindo sub tenentes, tem o direito assegurado pelo decreto, agora não podem os chorões, se adiantarem e atrasarem os futuros sub tenentes. Já q os mesmos , deram o azar militar, ou eles não conhecem isso!?

    ResponderExcluir
  10. Antigamente VC poderia tirar nota dez que mesmo assim não cursaria pois a vaga era pouca e os mais antigos iriam na sua frente. Não estou julgando ninguém se tem um decreto tem que ser respeitado , porem quem deveria ser ultrapassado era quem ficou sem cursar e não uma turma inteira passar os mais antigos por causa de um militar . como meu caso comecei o cas um dosais antigos da minha turma . hj sou moderno pois geral me passou pela preterição . ai eu pergunto e certo isso . pois fiz todos os cursos na data certa . e também passei para CB com 8,75 e não fui cursar isso era o Cbmerj.

    ResponderExcluir
  11. Antigamente VC poderia tirar nota dez que mesmo assim não cursaria pois a vaga era pouca e os mais antigos iriam na sua frente. Não estou julgando ninguém se tem um decreto tem que ser respeitado , porem quem deveria ser ultrapassado era quem ficou sem cursar e não uma turma inteira passar os mais antigos por causa de um militar . como meu caso comecei o cas um dosais antigos da minha turma . hj sou moderno pois geral me passou pela preterição . ai eu pergunto e certo isso . pois fiz todos os cursos na data certa . e também passei para CB com 8,75 e não fui cursar isso era o Cbmerj.

    ResponderExcluir
  12. Então vamos refletir um pouco sobre isso . e os sgt cursados de hj respeitar os mais antigos pois se eles tiveram as oportunidades de fazer a prova w cursar . com certeza foi os mais antigos que brigaram muito p isso .

    ResponderExcluir
  13. Então vamos refletir um pouco sobre isso . e os sgt cursados de hj respeitar os mais antigos pois se eles tiveram as oportunidades de fazer a prova w cursar . com certeza foi os mais antigos que brigaram muito p isso .

    ResponderExcluir
  14. Kkkkkk. O rabelo é um brincante.... A MAIORIA dos antigos pensam: farinha pouco meu pirão primeiro e ainda tem os que, mesmo beneficiados, falam mal do SOS e pior ainda, tem alguns q ainda votaram no Pezão. Vão pra casa descansar..... O cbmerj precisa de sangue novo urgente!!!

    ResponderExcluir
  15. Respeito anonimo sou 1 sgt e sou homem se VC não e não posso fazer nada . tenho 20 cbmerj e quem tem isso ou mais sabe o que estou falando . se quer postar algo se identifique sou do Gtsai , o que estou falando e VC ser ultrapassado por causa dos outros . e não denegrindo ninguém se tem um decreto a culpa não e deles . brincante e VC valeu.

    ResponderExcluir
  16. Se querem falar mal do SOS . isso e de cada um eu não tenho o por que disso pelo contrario só tenho a elogiar o trabalho deles . e minha opinião e pronto.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.