sábado, 31 de outubro de 2015

Proposta de auxílio-saúde para agentes da Seap


Expostos à superlotação e falta de ventilação em presídios 

Funcionários da Secretaria estadual de Administração lotados dentro de presídios, que exerçam atividades de segurança e vigilância de presos, poderão ter um auxílio-saúde de R$ 750 por mês. A proposta foi apresentada na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), pelo deputado estadual Jorge Felippe Neto (PSD). De acordo com o texto, teriam direito ao benefício funcionários ativos. Ou seja, servidores licenciados ou afastados por punição disciplinar teriam o auxílio suspenso.

Na justificativa do projeto, o deputado afirmou que os agentes “estão sujeitos a doenças respiratórias, de pele, músculo-esqueléticas e perda de audição, entre outras”.

FONTE: EXTRA

2 comentários:

  1. Justo receberem auxílio saúde. TDs sem exceção devem receber mas 750 é um aumento disfarçado. A boa ideia tornou-se politicagem. Enquanto isso no cbmerj o aux transp é o MSM a quase 4 anos com a passagem e combustível aumentando td dia. Justo seria, nos dois casos, comprovação documental de gastos como no EB. Daí, não haveria desperdício de $$ e o servidor seria atendido na sua necessidade. 750 de p saúde quem gasta é minha mãe de 68 anos. Tem alguém no SEAP c essa idade? .......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho justo o Judiciário receber auxílio saúde, auxílio educação, auxílio moradia e etc... tem Juízes que recebem 80 mil mensais, também acho legal os políticos receberem todos os tipos de auxílio e ainda terem gastos com saúde ilimitado, podem botar até dentes de diamantes, que o reembolsoto é certo. O trabalhador comum recebe salário mínimo e ainda tem que pagar plano de saúde. Plano barato, morre logo, mas pelo menos teve atendimento. Em meu entendimento, AUXÍLIO é para quem precisa e não é para sempre.

      Excluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.