quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Secretaria de Segurança do Rio abre vagas de emprego para professores


Docentes darão aulas para policiais militares 

A Secretaria de Segurança do Estado do Rio promove um processo seletivo de prova de títulos para preencher 456 vagas de professor/instrutor. Civis e militares podem concorrer às oportunidades de docente para o Curso de Soldados do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap). Há chances em 32 disciplinas.

As inscrições serão realizadas até terça-feira, dia 24, pelo site.

Podem participar policiais da ativa, inativos e aposentados das polícias Militar e Civil e profissionais do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil, das Forças Armadas e da Guarda Municipal, assim como da Secretaria de Administração Penitenciária e das unidades de Inteligência.

O objetivo é atrair professores de instituições de ensino superior e profissionais atuantes no mercado de trabalho em diversas áreas para as unidades de ensino da Polícia Militar.

Veja as disciplinas

As matérias são: Biossegurança e Abordagens de Urgência; Introdução ao Direito Constitucional; Legislação Penal Comum; Legislação Processual Penal Comum; Leis Especiais; Língua e Comunicação; Noções de Direito Administrativo; e Sociologia Criminal.

Apenas os militares cadastrados para o cargo de docente disputarão as disciplinas: Administração Institucional de Conflitos; Criminalística Aplicada a PM; Direitos Humanos; Educação Física; Ética; História e Organização Policial; Imagem Institucional; Instruções Práticas de Ações Táticas – Sobrevivência; Instruções Práticas de Ações Táticas – Abordagem; Instruções Práticas de Ações Táticas POPM; Legislação Aplicada a PMERJ I; Legislação Aplicada a PMERJ II; Legislação de Trânsito; Legislação Penal Militar; Legislação Processual Penal Militar; Método de Defesa Policial Militar; Noções de Telecomunicações; Ordem Unida; Polícia de Proximidade; Policiamento Ostensivo; Psicologia e Atividade Policial; Tecnologia não-letal; Tiro de Defesa I; e Tiro de Defesa II.

FONTE: EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.