sábado, 19 de dezembro de 2015

Empréstimos para pagamento do 13º salário serão feitos nos nomes dos servidores

Após dividir o pagamento da segunda parcela do 13º salário do funcionalismo em cinco vezes, o governo do estado anunciou que cada funcionário poderá receber o valor integral do abono natalino por meio da adesão a uma linha de crédito com desconto em folha, que terá as taxas pagas pelo estado. Qualquer servidor ativo ou inativo do Executivo, mesmo os que estão no limite máximo de endividamento com consignado, poderão pedir o empréstimo. Mas, se o governo não honrar as parcelas do 13º, os valores serão cobrados do titular.

Procurado para esclarecer a questão, o governo informou que não trabalha com a possibilidade de não efetuar o pagamento das parcelas do 13º, que serão creditadas nas contas dos funcionários. Segundo o estado, a partir de segunda-feira, aqueles que optarem pela linha de crédito deverão ir a uma agência do Bradesco, com números de identidade, CPF e ID funcional, para solicitar o crédito referente à quitação da segunda parcela do 13º . O banco terá acesso a uma listagem com o valor a ser creditado. O servidor que optar por receber em parcelas terá depositado, nas datas previstas, o percentual de 1,93 ao mês, referente à operação financeira.

FONTE: EXTRA

4 comentários:

  1. INTERESSANTE,SE QUISERMOS O RESTANTE DO 13º, TEMOS QUE FAZER UM EMPRÉSTIMO DO QUE É NOSSO DE DIREITO.
    O PEZÃO DIZ QUE OS JUROS SERÃO POR CONTA DO GOV.;SERÁ QUE DÁ PARA ACREDITAR NISSO DEPOIS DE TUDO QUE ELE ESTÁ FAZENDO?

    ResponderExcluir
  2. Ah que issoo gente...o cara é um excelente administrador..kkkkk.....o que vale é a palavra!!! Ah , ele politico.kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Acho meio difícil de acreditar,e peço aos colegas conhecedores do direito que me corrijam se estiver errado,mas segundo o código civil se vc assina um documento a responsabilidade é sua,e não tem ninguém que me faça acreditar em promessas de políticos.

    ResponderExcluir
  4. Como podemos confiar nesse governo se até o gret de quem tá indo pra reserva não está pagando, o que é de direito,esse empréstimo vai dá o que falar kkkk

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.