quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Estado negocia empréstimo para pagar o 13º de uma vez

Pezão tenta crédito com Bradesco, a juros do consignado, para evitar parcelamento em até cinco vezes da segunda parte do benefício, como foi anunciado

Rio - Por determinação de Pezão, a Secretaria de Fazenda negocia com o Bradesco empréstimo para quitar, ainda este mês, a segunda parcela do 13º salário. A medida evitaria decisão anunciada nesta quarta-feira, que prevê o pagamento do benefício em cinco prestações.

Segundo o secretário de Fazenda, Julio Bueno, a negociação com o Bradesco, responsável pela folha de pagamento do estado, é inspirada na que foi feita pelo governo gaúcho com o Banrisul. O banco creditaria, de uma vez, o valor das quatro parcelas restantes. 

Juro menor 

Em troca do adiantamento, o governo se responsabilizaria pelo pagamento dos juros, que seriam os cobrados no crédito consignado, menor que as taxas de mercado. O resultado da negociação será definido até a próxima semana.

Dilema 

Pezão tem resistido aos aliados que tentam convencê-lo a se unir a outros governadores para exigir alívio no pagamento da dívida com o governo federal — no caso do estado, cerca de R$ 6 bilhões em 2016. Mas, diante da crise da saúde, não seria melhor interromper a quitação das parcelas? “Esse está sendo meu dilema”, responde o governador.

FONTE: O DIA

2 comentários:

  1. NÃO É O GOVERNO QUE VAI PAGAR OS JUROS , E SIM O CONTRIBUINTE . VERGONHA!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Senhor governador pezão pague a segunda parcela do 13 aos seus herois que salvam vida quanto vale uma vida pro senhor será que uma vida pro senhor vale só um voto uma vida não tem preço, senhor governador que vergonha nosso pais está de mal a pior sem governantes sérios espero que o senhor mostre que é diferente .

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.