terça-feira, 15 de dezembro de 2015

PROVA DO CHOAE REVOLTA A TROPA

Ronda no seio da tropa as controvérsias acerca da prova de acesso ao CHOAE, realizada neste Domingo, 13 de dezembro de 2015.

Além do edital e cronograma do concurso interno do CBMERJ, de acesso ao Curso de Habilitação ao Oficialato Administrativo e Especialista -CHOAE, serem feitos a toque de caixa, com publicação do edital do concurso e aplicação da prova em menos do que 30 dias, o que poderia indicar o favorecimento a quem está estourando a idade neste ano de concurso. Fato este por si só já denota a má vontade de nossos gestores, ao deixar de fora das indicações por antiguidade militares com mais de 50 anos e que muito contribuíram e com certeza ainda contribuiriam com a sua experiência na nova função a ser almejada.

Pelo que se pôde constatar, a prova de Português e Matemática tiveram conteúdos ridículos, grotescos, não condizentes com o nível de escolaridade para um Subtenente poder galgar uma promoção ao Oficialato, porém na prova específica, houveram diversas questões que sequer constavam do conteúdo programático, como Direito Penal Militar. Até quem não estudou nada tinha condições plenas de fazer parte considerável dessa prova.

Edital obscuro elaborado e banca escolhida pelo CBMERJ, prova fora do conteúdo programático e referências bibliográficas contidas em edital, questões mal elaboradas, cartões de resposta em folha A4 sem código de barras...

Militares se empenharam e investiram seu tempo e dinheiro estudando e se preparando. Homens e mulheres que mais uma vez se abdicaram de suas famílias em prol do Corpo de Bombeiros e não estão sendo tratados com a mesma seriedade com a qual deveriam. Pessoas de bem que se doam por um CBMERJ, sem o devido retorno... Chega de covardia!



Vamos acompanhar de perto o desenrolar deste mal fadado certame, que claramente está tendencioso a beneficiar uma turminha mais próxima ao Staff de Comando.
A ABMERJ - Associação dos Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro, através do seu Núcleo Jurídico, já entrou com ação cautelar pedindo cancelamento do Concurso e do contrato do Governo do Estado com o Instituto Acesso:
s


21 comentários:

  1. Estamos retroagindo, é inaceitável aceitarmos um concurso como esse.
    Tendencioso e totalmente anti didático, pelo que me parece a organizadora é uma empresa que presta serviços, ou seja, menos de elaboração e organização de certames.
    Fica uma pergunta?
    Será que trabalham nesta banca professores!
    Será que existe algum profissional de Orientação Pedagógica nesta empresa?
    Quais os critérios de avaliação e níveis de competência foram utilizados na avaliação?
    Como Orientador Pedagógico gostaria muito de obter essas respostas!
    Mas! Enquanto ficarmos esperando que alguém faça alguma por nós, seremos expectadores dessas mazelas.

    ResponderExcluir
  2. É inadmissível esse tipo de comentário, o nosso Cmte Geral está de parabéns por corrigir um erro crônico na Corporação que é o da não valorização e ascensão a carreira de oficial QOA. Isso é coisa de algum desavisado que não se preparou para o referido concurso e agora está querendo manchar a imagem da nossa administração militar. Se este desavisado e inconpetente tivesse estudado, não teria tanta dificuldade. Excelente exemplo de incompetência e ingratidão de quem está postando besteira. Vai estudar!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente...deveríam está preocupados é com nossos salários.

      Excluir
    2. Cambada de invejosos 😝

      Excluir
    3. Você é estranho.

      Excluir
    4. Me poupe...
      Não seja ridículo...
      Erro crônico ??? Corrigir erro crônico seria respeitar os militares q já contam com mais de 50 anos e não puderam fazer esta prova, corrigir erro crônico seria ter um concurso preparado com tempo condizente , tempo hábil para o militar ser capaz de preparar-se tendo em vista uma escala desumana a qual concorremos. Não se trata de incompetência do candidato, a incompetência é da administração desorganizada. Esse concurso brotou do nada. Como se preparar para um concurso o qual não estava previsto. É certo e notório que isto não foi para dar oportunidade ao praça ao oficialato e sim para beneficiar alguns.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. O que teríamos que fazer era ninguém fazer nada, deixar tudo em branco e entregar a prova na mesma hora, mas infelizmente, não podemos contar com estes bombas que só querem que o outro de ferre, na verdade são uns querendo ser mais do que os outros, querendo sair oficial para descriminar praças, tipo o Avelino do cfap e outros que saíram oficial, não dá para contar com estes bando de cachorrinhos de coronéis, mas a luta continua e sei que já está mudando, e quanto a estes que sitei acima, tem que pagar plano de saúde, afinal, ninguém os quer por perto e não arrisca pedir ajuda no hospital ou em qualquer outro lugar, acorda oficiais praças, pois para o QOC nunca serão oficiais, mas para os praças, querem ser generais, fica aí é só um recadinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc gostaria de estar no lugar deles né??ou seja bc adoraria ser cachorrinho de Coronel 😝

      Excluir
    2. "estes que sitei acima" VAI ESTUDAR PORTUGUÊS, EM VEZ DE RECLAMAR!!!!
      Verbo citar é com "C"!

      Excluir
    3. Seria "vão estudar".
      incluindo vc

      Excluir
    4. Ou VÁ ESTUDAR. TOMOU mané.

      Excluir
  5. Pagamento do décimo terceiro..Pessoal vamos nos ligar no que importa. Nosso salário está comprometido. 2016 passatemos por maus momentos, talvez nos falte até o que comer.

    ResponderExcluir
  6. Pelo jeito vc é um dos que se beneficiarão desse concurso ! Se uma questão como essa é de nível médio exigido para o concurso.
    VERGONHOSO !!!!

    ResponderExcluir
  7. Na questão 30 há um erro grotesco, não do avaliador mas do manual:Na página 255 do manual existe uma figura com as partes do tirfor com suas diversas partes enumeradas, uma das partes; 6- Gancho/trava de ancoragem,basta olhar para a figura para entender que se trata de estrutura fixa do tirfor utilizada para ancorar o mesmo a uma estrutura fixa como dá a entender o próprio nome, isso fica claro nas imagens da utilização do tirfor nas páginas 257 e 258 do manual de salvamento. Acontece que a definição dada a estrutura na página 255: 6.Gancho/trava de ancoragem- Para ancoragem da linga ou cabo de aço amarrado ao peso a ser deslocado. Essa definição se refere ao gancho na ponta do cabo de aço que não é estrutura do tirfor. Apesar da definição está errada no manual, há um erro de conceito que não poderia passar despercebido pelo elaborador.Vergonhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em vez de reclamar, entra com recurso e anula a questão!!

      Excluir
    2. Anônimo das 16:44 de 16/12
      Estou perplexo com sua imbecilidade.
      Está muito revoltado. Já estou acreditando q se este concurso for anulado VC vai se fu...
      Acho q quem tem q estudar é você.
      Pq se o MP entrar no circuito e anular este absurdo de concurso, sinto em dizer VC terá q estudar.
      Acho bom VC começar logo e não contar com seus padrinhos seu idiota.

      Excluir
  8. Questão 25 - a pergunta fala que a Guarda formará, no entanto o art 78 diz que o Sentinela prestará continência
    Questão 27 - Algumas colocações não se encontram no Manual.
    Tipo: São exclusivos Oficias QOC? E só pedir portarias anteriores a corregedoria que se vai encontrar Oficiais QOA fazendo parte de CD.
    Questão 29 - Já foi anulada.
    Questão 33 - Em lugar algum o Manual trata de APF e nem é mencionando no Edital
    Questão 34 - Pergunta mal formulada.
    Questão 35 - Prazo de IPM, não consta no edital e nem é mencionado no Edital.
    Questão 37.
    Os prazos ali estabelecidos não estão coerentes com a legislação vigente.
    Prazos da questão;
    29 – 30 – 01 – 02 – 03 – 04 – 05 – 06 – 07
    Prazos legais previstos;
    29 – 30 – 01 – 02 – 03 – 04 – 05 – 06 – 07 – 08 – 09
    Na legislação vigente Art 187 do CPM; 451 e 454 do CPPM, não consta o termo "dia de graça".
    Pela justiça esse concurso tem que ser anulado.

    ResponderExcluir
  9. É impressionante ver a ABMERJ tão pacífica diante de tantas irregularidades do Concurso do CHOAE 2015. Principalmente depois de se pronunciarem e entrar com representação judicial contra o concurso, pois após a aprovação de um de seus integrantes o assunto caiu no esquecimento, Não se fala nada e as irregularidades continuam a imperar no concurso que tem seu cronograma totalmente desrespeitado.
    A aprovação do Sub Nascimento caiu como um cala boca???

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.