sábado, 9 de janeiro de 2016

1º Congresso da ABMERJ - Controvérsias no Concurso do CHOAE 2015

1º Congresso da ABMERJ - Controvérsias no Concurso do CHOAE 2015

Publicado por Associação Abmerj em Sábado, 9 de janeiro de 2016

6 comentários:

  1. POR FAVOR AMESAC,,,AUMENTA A IDADE PRO CHOAE. TENHO 52 ANOS E NÃO PUDE FAZER...COMO POSSO SER SUBTENENTE, TRABALHAR EM REGIME DE ESCRAVIDÃO, E PRA SER OFICIAL PRECISO TER 50 ANOS.

    ResponderExcluir
  2. AMESAC,,,esse concurso foi uma vergonha. Não tivemos tempo pra estudar e nem pra se preparar para o TAF.

    ResponderExcluir
  3. Contamos com nosso companheiro e líder AMESAC, para aumentar a idade pro CHOAE.

    ResponderExcluir
  4. vocês SÃO demais. não sabem de nada. tempo para se preparar para este taf?, tempo para estudar? Não se espera abrir concurso para começar a estudar inocentes. Tem muito que aprender ainda. Inspeção de saúde revalidada como sempre acontece.

    ResponderExcluir
  5. Temos que anular esta vergonha de choae 2015

    ResponderExcluir
  6. Concurso CHOAE 2015 no Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro com diversas ilegalidades.
    São elas:
    1- Ausência de licitação para escolha da Banca Organizadora;
    2- Os meios de contatos fornecidos para esclarecimento de dúvidas com a banca são fictícios, pois o número de telefone fornecido somente sinal de ocupado e email não é respondido;
    3- Inobservância do critério que se encontra previsto no art. 11 do Decreto nº 43.876 de 08 de outubro de 2012, não obedecendo o prazo mínimo de 30 dias entre a publicação do edital e a primeira prova, haja vista a publicação no dia 19/11 e a prova dia 13/12;
    4- Conteúdo programático alterado há 1 semana da prova, com a inclusão de mais uma matéria, prejudicando o desempenho dos candidatos no certame;
    5- Impossibilidade de interposição de recurso quanto à invalidade na inscrição, pois o prazo da mesma findou no dia 01/12, sendo que a divulgação ocorreu no mesmo dia, 01/12 às 23:00;
    6- Edital com ausência de clareza quanto aos requisitos exigidos, uma vez que o item 2.g do referido edital faz referência apenas à graduação de 1° Sargento, dando margem à uma interpretação de que os critérios necessários no referido item devem ser preenchidos apenas por esta graduação, estando os subtenentes isentos dos requisitos exigidos no referido item.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.