segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

1º CONGRESSO DA ABMERJ - Fim do Ressarcimento por Preterição

1º Congresso da ABMERJCompanheiro Marcelo Lacerda fala sobre o fim do Decreto que regula o Ressarcimento por Preterição

Posted by Associação Abmerj on Segunda, 4 de janeiro de 2016

7 comentários:

  1. Concordo com o amigo ai .nesse caso foi ultrapassado p turma dele . porem tem muito carreira que foi ultrapassado por mais moderno por causa de alguns bomba que por algum motivo não pode cursar . tem que ser para os dois lados foi ultrapassado por moderno preterição assim vai ser justo . pois eu fui um deles .

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o amigo ai .nesse caso foi ultrapassado p turma dele . porem tem muito carreira que foi ultrapassado por mais moderno por causa de alguns bomba que por algum motivo não pode cursar . tem que ser para os dois lados foi ultrapassado por moderno preterição assim vai ser justo . pois eu fui um deles .

    ResponderExcluir
  3. Ser ultrapassado por militares com RG de dez mil de diferença . por causa de um ou dois que se atrasaram também não e justo. Tem que ser para todos digo todos ate CB tem direito se for ultrapassado por moderno.

    ResponderExcluir
  4. amigo mais quais os motivos de não poder cursar ????????

    ResponderExcluir
  5. Saúde e um deles não esta apto ao taf no meu quartel tem um monte deles. Era só deixar cursar sem o taf . justiça também por qualquer motivo que não me venha julgar se ficar sub judice não cursa .

    ResponderExcluir
  6. Se um desses antigos atrasarem . depois quando cursar vai fazer um monte de moderno passar a frente de um monte FR antigo que não tem nada a ver com isso. Sou a favor sim da preterição porem p todos.

    ResponderExcluir
  7. A palavra não e junto somos fortes . então tem quer brigarem por todos . e o meu pensamento.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.