sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Servidores estaduais se reúnem em plenária para discutir manifestação


Plenária foi bastante concorrida 

A plenária que aconteceu ontem, no auditório do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (Sindmed-RJ), serviu para discutir os detalhes da manifestação que reunirá diversas categorias do serviço público estadual, na tarde do dia 3 de fevereiro, em frente à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

O protesto foi acordado numa plenária, dias atrás, promovida pelo Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Estado (Muspe), e ganhou o apoio de diversas categorias. O Sindmed-RJ tomou a frente das deliberações em função dos problemas enfrentados pela categoria.

Mais de cem pessoas estiveram no encontro de ontem, que durou mais de quatro horas. Entre os servidores presentes, estavam representantes dos bombeiros, do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (SindJustiça-RJ), dos enfermeiros e do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Públicas Estaduais do Rio de Janeiro (Sintuperj).

FONTE: EXTRA


7 comentários:

  1. Recurso extraordinário desprovido, com modulação de seus efeitos.”

    Ou seja, mais de vinte e dois anos de vigência da Constituição, nos quais dezenas de concursos já terem sido realizados se baseando em requisitos previstos em editais e não em leis, como determinado na Constituição, se decidiu na manutenção da validade dos limites de idade fixados em editais e regulamentos fundados no art. 10 da Lei n. 6.880/1980 até 31 de dezembro de 2011, em nome para paz jurídica e dos enormes prejuízos que poderia trazer aos candidatos dos concursos já realizados, para as Forças Armadas e para a própria União Federal.

    Assim, uma vez que a referida Medida Provisória venha a ser votada, certamente em nome da segurança jurídica e dos prejuízos à própria União Federal, serão mantidos os dispositivos da referida norma, que vale a pena ressaltar, retirou inúmeros direitos dos militares e seus dependentes.

    ResponderExcluir
  2. E como sempre ,mais uma vez nenhum representante da PMERJ , esses covardes não querem perder seus postos de serviço na rua , mais uma vez ficarão olhando a manifestação de binóculo. Um bando de abeiros !!!

    ResponderExcluir
  3. Temos que reagir a esse descaso do governo com o servidor estadual. Dia 3 na alerj.

    ResponderExcluir
  4. Vamos lutar pelos nossos direitos.

    ResponderExcluir
  5. Temos que reagir a esse descaso do governo com o servidor estadual. Dia 3 na alerj.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.