quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Alerj: Ação em favor de funcionário estadual serviria a todos os servidores


Projeto favorece servidores públicos 

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) aprovou, ontem, em segunda discussão, o Projeto de Lei 990/2011, do deputado Luiz Paulo Corrêa da Rocha (PSDB), que estende a outros servidores públicos, ativos e inativos, decisões judiciais relacionadas a ganhos salariais. A proposta engloba sentenças anteriores à criação da lei e permite que seja estendido o direito julgado aos funcionários do Executivo, do Legislativo e do Judiciário, concursados ou contratados. O interessado só precisaria recorrer administrativamente ao órgão em que trabalha, evitando a Justiça. O projeto seguirá para o governador Luiz Fernando Pezão, que terá até 15 dias para sancioná-lo ou vetá-lo. Caso seja reprovada, a proposta voltará à Alerj. Se aprovada, se tornará lei. O advogado Eurivaldo Bezerra destacou que o projeto deverá agilizar o andamento de ações, mas “seria melhor que a administração pública agisse em conformidade com as leis”.

FONTE: EXTRA

3 comentários:

  1. NÃO PRECISA SER GÊNIO PARA VER QUE O PEZÃO VETARA POIS A VANTAGEM NÃO É PARA ELE OU CABRAL E SIM PARA OS REFORMADOS , APOSENTADOS, EMFIM REALMENTE PARA QUEM PRECISA.
    CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARA.

    ResponderExcluir
  2. Quando será resolvido o problema das nossas MARGENS CONSIGNADAS?
    Por favor SOS gostariamos de uma resposta!!!!

    ResponderExcluir
  3. Esse Deputado Luiz Paulo é um FANFARRÃO. Essa lei nasce encefálica, com vício de iniciativa , é inconstitucional. O Deputado não pode criar ou gerar despesas para o Executivo .São poderes independentes . O projeto de lei têm que sair do colo do Pezão para validar.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.