segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

PAU PRA TODA OBRA - Corpo de Bombeiros usará drones para localizar focos de Aedes aegypti

Corporação e Defesa Civil Estadual formam força-tarefa para combater o mosquito que causa zika, chikungunya e dengue

Rio - O combate ao Aedes aegypti ganhou um forte aliado: drones serão usados para localizar focos do mosquito que provoca o zika vírus, dengue e a febre chikungunya. A novidade foi divulgada nesta segunda-feira no lançamento da força-tarefa formada por cerca de 800 homens do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil Estadual.


O coronel Ronaldo Alcântara, secretário estadual da Defesa Civil, reforçou a importância da utilização dos drones. "Eles farão voos para identificar criadouros", disse, após uma demonstração dos equipamentos. Ele ressaltou a importância da participação da corporação no "projeto de saúde pública."


Bombeiros e Defesa Civil Estadual formam força-tarefa com cerca de 800 homens e terão drones no combate ao AedesFoto: Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Antes das visitas em determinadas áreas, os drones da Secretaria de Estado de Defesa Civil farão um sobrevôo da região, para identificar do alto possíveis criadouros dos mosquitos. Com base nos dados colhidos, os agentes e bombeiros vão realizar os trabalhos.

A força-tarefa vai apoiar os municípios do estado na realização de vistorias em imóveis. Os militares foram capacitados por técnicos da Secretaria Estadual de Saúde e trabalharão em apoio às equipes de agentes municipais de controle de endemias em busca de focos do mosquito.

Fonte: O DIA