terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Pezão garante que vai quitar bonificações atrasadas e pede estudo para parcelar pagamento


Luiz Fernando Pezão garantiu o pagamento parcelado das bonificações 

Com a corda no pescoço, o governo decidiu que as bonificações pendentes por metas alcançadas de policiais militares e professores do Estado serão quitadas. Mas, para dificultar a vida do servidor, os benefícios serão parcelados durante este ano. A pedido de governador Luiz Fernando Pezão, a Secretaria estadual de Fazenda começou a levantar o tamanho da dívida e o total de pessoas às quais o governo deve. Para se ter uma ideia, são R$ 23 milhões em bonificações pendentes apenas para os professores, segundo a Secretaria estadual de Educação.

Somente após o parecer da Fazenda é que o governo vai estabelecer as datas de pagamento e como isso será feito, já que ainda não pagou as bonificações referente ao ano passado. No caso dos professores, a pendência é de um única parcela, que deveria ser quitada em junho de 2015, por metas alcançadas no ano anterior. Para os PM, há duas as parcelas atrasadas, dos dois semestres do ano passado.

A dívida com os policiais é a que tem o maior peso na bola de neve das dívidas do governo estadual. Somente do primeiro semestre de 2015, a cobrança é de R$ 184 milhões. Mais de 20 mil agentes aguardam a bonificação que, em alguns casos, chega a R$ 13.500. No segundo semestre, o total de benefícios despencou: R$ 64 milhões para 11.600 servidores.

No início deste ano, o Estado cortou em 77% o bônus a policiais que reduzem a criminalidade. O valor máximo passou de R$ 13.500 para apenas R$ 3 mil.

FONTE: EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.