quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

RAS e Proeis não serão compensados com folgas

Governo estuda parcelar pagamento atrasado do bônus de desempenho dos policiais

O Palácio Guanabara encomendou um estudo à Secretaria estadual de Fazenda sobre o parcelamento do pagamento atrasado do bônus de desempenho, pago aos batalhões e às delegacias que atingem metas de redução de criminalidade. Um decreto do governador, de janeiro, cortou em até 77,8% as bonificações do Sistema Integrado de Metas. Ainda não há previsão de regularização dos pagamentos do adicional, assim como do RAS e do Proeis.

RAS e Proeis não serão compensados com folgas

O governo do estado negou, nesta quarta-feira, que pretende compensar o Regime Adicional de Serviço (RAS) e o Programa Estadual de Integração de Segurança (Proeis), de policiais civis, militares e bombeiros, com folgas, em vez de pagamento em dinheiro. A especulação começou a circular em redes sociais, após o anúncio do governador Luiz Fernando Pezão de um corte de 32% no orçamento da Secretaria de Segurança, este ano.

FONTE: EXTRA