quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

RAS e Proeis não serão compensados com folgas

Governo estuda parcelar pagamento atrasado do bônus de desempenho dos policiais

O Palácio Guanabara encomendou um estudo à Secretaria estadual de Fazenda sobre o parcelamento do pagamento atrasado do bônus de desempenho, pago aos batalhões e às delegacias que atingem metas de redução de criminalidade. Um decreto do governador, de janeiro, cortou em até 77,8% as bonificações do Sistema Integrado de Metas. Ainda não há previsão de regularização dos pagamentos do adicional, assim como do RAS e do Proeis.

RAS e Proeis não serão compensados com folgas

O governo do estado negou, nesta quarta-feira, que pretende compensar o Regime Adicional de Serviço (RAS) e o Programa Estadual de Integração de Segurança (Proeis), de policiais civis, militares e bombeiros, com folgas, em vez de pagamento em dinheiro. A especulação começou a circular em redes sociais, após o anúncio do governador Luiz Fernando Pezão de um corte de 32% no orçamento da Secretaria de Segurança, este ano.

FONTE: EXTRA

5 comentários:

  1. Mesmo assim estão resolvendo empurrar a dengue guelra abaixo nós profissionais técnicos de enfermagem do hcap,com promessas de pagamento realizados pela funesbom,e devendo a muitos militares de lá,quero ver escalaram os oficias de saúde tb!!!

    ResponderExcluir
  2. O governo está estudando? Parabéns!!! Em quanto isso acontece nós vamos estudando como pagar as contas! A questão é: Até quando vamos esperar as contas serem feitas e o dinheiro estar na conta?

    ResponderExcluir
  3. Agora quem tiver solicitado serviço do prog não pode desistir mais, vai ter que tirar sem receber mais uma covardia.

    ResponderExcluir
  4. Agora quem tiver solicitado serviço do prog não pode desistir mais, vai ter que tirar sem receber mais uma covardia.

    ResponderExcluir
  5. Agora quem tiver solicitado serviço do prog não pode desistir mais, vai ter que tirar sem receber mais uma covardia.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.