terça-feira, 29 de março de 2016

Corpo de Bombeiros simplifica o processo de vistoria


Junta Comercial do Estado dá início ao processo de integração dos órgãos reguladores 


A Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro e o Comitê de Desburocratização, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico têm trabalhado na desburocratização durante o processo de abertura de empresas. Com objetivo de facilitar a vida do empreendedor, a Jucerja deu início a integração dos órgãos reguladores (Inea, Vigilância Sanitária, cartórios etc.) junto ao seu sistema integrador, o REGIN, e agora é a vez do Corpo de Bombeiros.

Conforme publicado no Diário Oficial (decreto 45.456), o órgão vai passar a integrar o sistema, simplificando o processo de regularização e eliminando a etapa da vistoria. O procedimento prático e online vale para estabelecimentos de baixo risco. O empresário responderá um questionário (auto avaliação) que definirá se o seu negócio está ou não isento da vistoria.

“Se o negócio não oferecer nenhum risco e não desenvolver atividades para o grande público, tipo uma sapataria, um escritório ou um pequeno cabelereiro ou lanchonete, o empreendedor poderá responder um questionário no sistema fazendo uma auto declaração e, em seguida, efetuar o pagamento do boleto. Após o prazo de cinco dias, o certificado do Corpo de Bombeiros poderá ser impresso e fixado no quadro de avisos do local”, revela Luiz Velloso, presidente da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro.

Vale ressaltar que espaços como casas de shows, cinemas, teatros, templos religiosos, circos, postos de abastecimento e restaurantes, são alguns exemplos de locais que não se classificam como de baixo risco.O presidente do Comitê de Desburocratização, Anderson Schreiber, destaca que a medida otimizará a atuação da fiscalização.

“O Corpo de Bombeiros continuará responsável, claro, por fiscalizar o cumprimento das regras, que serão divulgadas no site da corporação, e por aplicar sanções em caso de descumprimento, mas se substituirá a “lógica do alvará” pela lógica da auto responsabilização. A ideia é manter a vistoria prévia apenas nos casos realmente importantes – como estabelecimentos que reúnem grande público, como boates e estádios de futebol –, otimizando a atuação do Corpo de Bombeiros”, explica.

FONTE: JB

5 comentários:


  1. Com a crise financeira instalada no estado e nós servidores sem perspectiva e o cbmerj insiste em onerar o erário com idas de militares do interior ao RJ para fazer confirmação de divisa,já que o militar já cumpriu o tempo d'ele na função ainda tem mais essa via crúcis a peregrinar;gastanto desnecessariamente o que poderia usar com sua família. Eu sugiro ao cbmerj quando o militar completar o ciclo pra promoção fazer os exames de saúde de praxe em policlínicas que for próxima da unidade onde estiver lotado ou como lhe convir ao interessado. E todas as outras etapas sendo feito dentro do CBA pertencente ao militar.
    Mas o cbmerj é diferente, se um praça sugerir alguma coisa sendo esta até louvável não é aceita na cúpula pois foi praça que opinou.
    Cel Alcântara e cel Robadei, pensa direitinho sobre essa situação de confirmação de divisa do militar, nós que somos do interior é muito risco na estrada,gasto alto,estresse desnecessário etc. E sem contar que estará ajudando o cbmerj a economizar...mas se pensarem diferente entenderemos que os senhores não tem compromisso com a instituição nesse quesito. E se acaterem agradeceremos pessoalmente aos senhores. Muito obrigado!

    ResponderExcluir

  2. Com a crise financeira instalada no estado e nós servidores sem perspectiva e o cbmerj insiste em onerar o erário com idas de militares do interior ao RJ para fazer confirmação de divisa,já que o militar já cumpriu o tempo d'ele na função ainda tem mais essa via crúcis a peregrinar;gastanto desnecessariamente o que poderia usar com sua família. Eu sugiro ao cbmerj quando o militar completar o ciclo pra promoção fazer os exames de saúde de praxe em policlínicas que for próxima da unidade onde estiver lotado ou como lhe convir ao interessado. E todas as outras etapas sendo feito dentro do CBA pertencente ao militar.
    Mas o cbmerj é diferente, se um praça sugerir alguma coisa sendo esta até louvável não é aceita na cúpula pois foi praça que opinou.
    Cel Alcântara e cel Robadei, pensa direitinho sobre essa situação de confirmação de divisa do militar, nós que somos do interior é muito risco na estrada,gasto alto,estresse desnecessário etc. E sem contar que estará ajudando o cbmerj a economizar...mas se pensarem diferente entenderemos que os senhores não tem compromisso com a instituição nesse quesito. E se acaterem agradeceremos pessoalmente aos senhores. Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Com a crise financeira instalada no estado e nós servidores sem perspectiva e o cbmerj insiste em onerar o erário com idas de militares do interior ao RJ para fazer confirmação de divisa,já que o militar já cumpriu o tempo d'ele na função ainda tem mais essa via crúcis a peregrinar;gastanto desnecessariamente o que poderia usar com sua família. Eu sugiro ao cbmerj quando o militar completar o ciclo pra promoção fazer os exames de saúde de praxe em policlínicas que for próxima da unidade onde estiver lotado ou como lhe convir ao interessado. E todas as outras etapas sendo feito dentro do CBA pertencente ao militar.
    Mas o cbmerj é diferente, se um praça sugerir alguma coisa sendo esta até louvável não é aceita na cúpula pois foi praça que opinou.
    Cel Alcântara e cel Robadei, pensa direitinho sobre essa situação de confirmação de divisa do militar, nós que somos do interior é muito risco na estrada,gasto alto,estresse desnecessário etc. E sem contar que estará ajudando o cbmerj a economizar...mas se pensarem diferente entenderemos que os senhores não tem compromisso com a instituição nesse quesito. E se acaterem agradeceremos pessoalmente aos senhores. Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  4. Em tempo: Com a crise financeira instalada no Brasil e principalmente no estado do RJ, temos uma solução pra resolver este impasse. Chame em caráter excepcional o cel RR Douglas pra gerir este problema;afinal ele se sente o homem de alma mais pura desse mundo, pode existir igual que é o caso de Lula, mas melhor não. Então senhores,não percamos tempo, chame logo este que tem a síndrome do pequeno poder,o onipotente que surge com experiência na univerdade por correspondência que o mesmo julga ter feito; perito em mentilogia...
    Ligue jhá...

    ResponderExcluir
  5. Em tempo: Com a crise financeira instalada no Brasil e principalmente no estado do RJ, temos uma solução pra resolver este impasse. Chame em caráter excepcional o cel RR Douglas pra gerir este problema;afinal ele se sente o homem de alma mais pura desse mundo, pode existir igual que é o caso de Lula, mas melhor não. Então senhores,não percamos tempo, chame logo este que tem a síndrome do pequeno poder,o onipotente que surge com experiência na univerdade por correspondência que o mesmo julga ter feito; perito em mentilogia...
    Ligue jhá...

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.