quinta-feira, 24 de março de 2016

Movimento dos servidores do estado pede reunião com secretários de governo


Nesta terça-feira, após uma reunião entre os líderes do Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Estado (Muspe) e o deputado estadual Edson Albertassi (PMDB), líder do governo na Alerj, ficou a promessa de agendamento de um encontro oficial entre os trabalhadores e os representantes das secretarias de Fazenda, Planejamento, Casa Civil e Governo, além do Rioprevidência.

O foco da reunião será o pacote econômico elaborado pelo Executivo, que pretende elevar a contribuição previdenciária do funcionalismo (de 11% para 14%) e congelar reajustes salariais. Os servidores fixaram o dia 5 de abril como data máxima para o encontro. No dia seguinte, está marcado o início da greve geral dos funcionários públicos, por prazo indeterminado.

FONTE: EXTRA

4 comentários:

  1. FORÇA COMPANHEIRO!!!!!!!!!!!! FIM DA DITADURA NO CBMERJ!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. SECRETARIO E CMT GERAL MALANDRÃO (ALCÂNTARA) BOTA A CARA EM ABRIL NÃO TEREMOS PAGAMENTO!!!!CADÊ VOCÊ QUE NOS REPRESENTA?????? VÁ A IMPRENSA E MOSTRE QUE VOCÊ NOS LIDERA!!!!! OU ESTÁ DE RABO PRESO AO SEU CARGO???????

    ResponderExcluir
  3. Tem q acabar com esse porra de prog compulsório de merda, cambada de fdp

    ResponderExcluir
  4. PAGOU R$ 7.0000,00 MILHÔES PELO CARGO VOCÊS ACHAM QUE ELE VÁI BOTA A CARA( VAI É NÓS O FERECE DE GRAÇA MESMO. CAMBADA DE CORRUPTOS E LADRÔES, NÓS É QUE TEMOS DE FAZER ALGUMA COISA.ESTAMOS SÓ NESSA LUTA.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.