sexta-feira, 18 de março de 2016

Parcelamento dos salários do Estado do Rio, por hora, está descartado, garante secretaria



Julio Bueno


Desde o início da semana, a coluna tem recebido perguntas de servidores sobre um suposto parcelamento dos salários de março, inicialmente previstos para serem depositados até 14 de abril. Uma mensagem que se espalhou por grupos na internet tinha uma explicação até sobre a forma do depósito: a primeira metade no dia 14 e a segunda no dia 25 de abril. Ontem, em protesto, os funcionários públicos mostraram preocupação quanto a essa possibilidade.

A Secretaria estadual de Fazenda garantiu que não há essa hipótese no momento. A ideia é quitar a folha antes mesmo do 10º dia útil. O problema, porém, é a imprevisibilidade da arrecadação.

Nesta quinta-feira, o governo depositou a quarta parte da segunda parcela do 13º salário. Ao todo, R$ 114,3 milhões foram creditados a 420.099 servidores.

FONTE: EXTRA

2 comentários:

  1. Por hora, ou seja. Basta surgir qq tipo de imprevisto, o penalizado será o servidor.... Desgraçados malditos, a mão do senhor quando pesa faz estrago....

    ResponderExcluir
  2. Ele fez a mesma coisa quando foi prefeito de uma cidade do interior, e no final do mandato o dinheiro apareceu e os salários foram acertados e pagos em dia, isto quer dizer que ele já está acostumado a fazer isso.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.