quarta-feira, 27 de abril de 2016

Aposentados e pensionistas do RJ devem receber até o fim desta quarta

Defensoria Pública espera que valor integral seja pago nesta quarta-feira.

Justiça bloqueou R$ 648,7 milhões das contas do estado nesta terça-feira.


Após a Justiça ter conseguido confiscar o valor integral para pagamento de todos os aposentados e pensionistas do Rio de Janeiro que ainda não receberam, a Defensoria Pública espera que os salários sejam depositados até o fim desta quarta-feira (27). Segundo o órgão, os valores serão depositados diretamente na conta dos aposentados e pensionistas.

“A expectativa da Defensoria Pública é de que todos os aposentados e pensionistas recebam ainda hoje esses valores que foram arrestados ontem. Houve arresto de quantias em contas do estado no banco Bradesco, no Banco do Brasil, na Caixa Econômica. Os valores, tanto da Caixa, quanto do Banco do Brasil, serão transferidos ao Bradesco, para em seguira serem depositados em favor dos aposentados e pensionistas”, disse o defensor público, Fábio Amado.

O defensor recomendou ainda que os aposentados e pensionistas confiram seus extratos e busque saber sobre o depósito em suas contas, mas que isso não dependerá de uma atuação do próprio.

“Esse depósito, infelizmente, a todos os aposentados e pensionistas do Rio de janeiro será feito por procedimentos junto às instituições financeiras e, ao longo do dia, acompanhe, que nós aguardamos e estaremos fiscalizando para que seja efetivada essa transferência e, finalmente, acabe essa angústia e essa tão longa espera pela percepção do direito básico que é o recebimento dos proventos e pensões”, explicou Fábio Amado.

Um dos argumentos utilizados pela Defendoria Pública é que o não pagamento dos aposentados e pensionistas fere o direito à vida dessas pessoas.

“Isso garante a sobrevivência, garante o direito à vida dessas pessoas, à saúde dessas pessoas e não se pode ter um tratamento desigual. Os inativos, os pensionistas, merecem um tratamento similar aos ativos”, completou o defensor público.

FONTE: G1

Um comentário:

  1. Até porque: comentar mais o que, eles terminam, fazendo o que querem e com ou s/justiça, apenas uma solução. ESPERARRRRRRRRR!!!!!!!!

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.