sexta-feira, 29 de abril de 2016

Bombeiros poderão levar socorridos para hospitais particulares

Projeto de lei já foi encaminhado para sanção do governador


Pela proposta, bombeiros poderão encaminhar vítimas para hospitais particulares, desde que o paciente seja conveniado.

Pessoas acidentadas que tenham plano de saúde poderão ser encaminhadas, quando socorridas pelo Corpo de Bombeiros, para hospitais particulares conveniados. É o que determina o projeto de lei 1.384/16 que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta quinta-feira (28), em discussão única. 

De acordo com a proposta, o encaminhamento será feito quando for possível realizar a identificação do hospital particular mais próximo que o acidentado tenha direito. Se a identificação for realizada após a entrada do paciente na rede pública, ele poderá ser transferido para um hospital conveniado ao seu plano se o quadro de saúde permitir, mediante autorização médica. 

Segundo os autores da proposta, o objetivo é minimizar a superlotação das emergências dos hospitais da rede pública, garantindo o atendimento às pessoas que não possuem plano de saúde e dependem exclusivamente desses hospitais.

“É possível levar as pessoas que têm plano de saúde para serem tratadas na rede particular. Isso vai liberar vaga para aquelas que não têm acesso a outros recursos senão a rede pública de saúde”, argumentou Malafaia. 

O texto seguirá para o governador em exercício, Francisco Dornelles, que terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar a proposta.

FONTE: O FLUMINENSE

8 comentários:

  1. FERROU AS AMBULANCIAS VÃO VIRAR TAXIS

    ResponderExcluir
  2. A lei deveria ser da seguinte forma, se a vítima for socorrida e levada para o hospital público e tiver plano de saúde, o referido plano deverá disponibilizar uma ambulância para transferência para unidade particular haja vista que o acidentado já paga um plano de saúde para ter mais conforto, e ainda seria um desgaste a mais com nossos BMS da saúde que já sofrem com este serviço, sem contar que será um gasto de combustível e vtr , e ainda falam que não há dinheiro, ta tudo errado.

    ResponderExcluir
  3. Acho positivo, se os hospitais estivem prontos a receberem essa demanda, acho que não é bom para as operadoras. A questão é muito mais profunda que assinar uma lei Estadual.

    ResponderExcluir
  4. Se olharmos só para o trabalho que teremos estaremos sendo egoístas, pense na vítima que ao invés de ir para um hospital público sem médicos e sem recursos ir para um hospital com condições de atendimento adequado, uma unica vida vale muito mais!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Realmente o problema tem dois focos...bombeiros de verdade que atendem no socorro de rua, e ainda são valorizados pela população... E bombeiros que trabalham na SAMU, e são hostilizados, humilhados e mal entendido por uma sociedade sem educação para usar um serviço descente.

    ResponderExcluir
  6. E os planos que recebem pra fazer isso vai fik só de boa olhando o público fazer seu serviço

    ResponderExcluir
  7. Levar pacientes para hospitais particulares e quem vai pagar a conta? o estado ? o Senhor Sergio Cabral fez o favor de acabar com a SAMU, jogando toda carga nas costas dos Bombeiros, a saúde pública está uma merda, agora quer jogar pra cima dos hospitais particulares; VIVA O PMDB.!

    ResponderExcluir
  8. Os hospitais privados (empresas) ,vão colocar dificuldades nos atendimentos . Os custos vão aumentar. Mais stress para os Bombeiros.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.