sexta-feira, 29 de abril de 2016

Dornelles quer pagar salário mais cedo

O governador em exercício Francisco Dornelles se reuniu ontem com integrantes do Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe). Dornelles comentou com os participantes que o calendário de pagamento do próximo mês está mantido e disse ainda que, se houver dinheiro em caixa, vai pagar o funcionalismo antes do dia 13 de maio.

Segundo um dos integrantes do movimento unificado, Dornelles também afirmou na reunião que a previsão é pagar 90% da folha salarial até o dia 10 de maio. A declaração foi recebida com cautela pelos representantes da categoria.

Durante o encontro, foi garantido que nenhum servidor em greve terá o ponto descontado. Na reunião, o Muspe apresentou o nome dos sete funcionários que vão compor a comissão que participará de reuniões com o governo. A próxima data será dia 4 de maio, às 10h, na Secretaria Estadual de Fazenda.

O governo também apresentou um documento chamado cenário fiscal que traz todas as receitas do estado e arrecadações, para tentar atender a uma das reivindicações. Também foram apresentados os números do Rioprevidência.

Francisco Dornelles pediu ajuda aos integrantes do Muspe para que as escolas estaduais sejam desocupadas pelos alunos.

SALÁRIO SAI HOJE
Recebem hoje os vencimentos de abril os servidores do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, do Ministério Público do Rio e da Defensoria Pública. Este último órgão vai conseguir pagar os salários hoje em virtude do arresto efetuado ontem nas contas do estado no valor de R$ 49 milhões. A previsão era depositar o vencimento no dia 13 de maio.

REAJUSTE EM PAUTA
A Câmara dos Deputados aprovou ontem regime de urgência que acelera a tramitação do Projeto de Lei 2.648/15, que aumenta em cerca de 41,47% os salários dos servidores do Judiciário da União, de forma escalonada, em oito parcelas. A proposta terá impacto de R$ 1 bilhão nas contas do governo federal neste ano.

TRANSPORTE GRÁTIS
Transporte gratuito em ônibus intermunicipais, metrôs, trens e barcas para policiais civis e militares da ativa. Esse é o objetivo do Projeto de Lei apresentado pela deputada Martha Rocha (PDT) na Alerj. Pela proposta, mensalmente, os policias terão direito a 60 passagens no Bilhete Único. O texto altera a Lei 4510/2005.

EM DEFESA DA UERJ
A Associação de Docentes da Uerj (Asduerj) promove amanhã um ato em defesa da universidade, que está em greve desde o dia 7 de março. A manifestação acontece no Museu do Amanhã, Praça Mauá, às 9h. Será montada uma grande lona para abrigar aulas públicas e palestras, além de uma série de barraquinhas.

SEM COMO RETORNAR
O deputado estadual Edson Albertassi (PMDB) se reuniu com o reitor e os servidores da Uerj. Segundo os participantes, as aulas não teriam como retornar, mesmo com o fim da greve dos docentes e administrativos, por questões de limpeza e de segurança do campus devido ao atraso de salário dos terceirizados.

FIM DO BLOQUEIO
Líder do governo na Alerj, Albertassi levará ao governador Dornelles pedido de verba emergencial de custeio para Uerj. Os servidores querem o fim do bloqueio da chamada fonte 10 que são recursos da universidade. Eles pediram calendário fixo mensal de pagamento de bolsas de estágio e de prestadoras de serviços.

FONTE: O DIA

5 comentários:

  1. O DODO QUER PAGAR O SALÁRIO MAIS CEDO,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK,NA PARTE DA MANHÃ?
    E QUAL O DIA E MÊS?

    ResponderExcluir
  2. é a mesma coisa que acreditar em papai noel

    ResponderExcluir
  3. Reação obvia de ansiedade..papai noel, qual dia e mês!? e por aí vai...mas admitir q ficaram ansiosos com a noticia, nada, nè!? kkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Sobre a não procura e exposição de Sérgio Bandidao Cabral por parte da mídia. É pq todos estão na sacanagem é na roubalheira no Estado...

    ResponderExcluir
  5. Acredito que o velhinho tenha até boas intenções, mas está rodeado de pilantras, ladrões ai já viu não vai conseguir nada, é uma pena pois conheço ele pessoalmente a muitos anos de minha cidade, sempre teve índole boa agora os que o rodeiam dão nó em pingo d'agua.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.