domingo, 24 de abril de 2016

Em recurso judicial, governo do Rio aponta contas com saldo negativo de R$ 1,2 bilhão


O governador em exercício do Rio, Francisco Dornelles 

No pedido de suspensão da ação da Defensoria Pública, que cobra o pagamento imediato dos 137 mil inativos que ainda não receberam seus benefícios de março, a Procuradoria-Geral do Estado afirmou que as contas bancárias do Estado contavam com um deficit de R$ 1.252.377.217,59 no dia 18 de março. Ainda no pedido, a procuradoria aponta a previsão de fechar abril com dívida de R$ 1,5 bilhão.

Outro dado alarmante é o resultado das contas em nome do Rioprevidência. Em fundos de capitalização em mais de seis bancos, o total disponível pelo Rioprevidência é de R$ 98.764.299. Enquanto isso, a folha de pagamento bruta dos aposentados e pensionistas é de R$ 1.256.684.635,98.

Ainda no pedido de suspensão feito pela Procuradoria do Estado, o governo aponta risco aos repasses constitucionais (valores do orçamento destinados a outros poderes). Estão nestes repasses o Tribunal de Justiça, o Ministério Público, o Tribunal de Contas, a Defensoria Pública e a Alerj. Na proposta da Defensoria, ela veta o sequestro de valores destinados ao repasse constitucional.

FONTE: EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.