quarta-feira, 27 de abril de 2016

Gerente de banco é presa por desobediência e falta de pagamento de inativos


Funcionária terá que explicar demora no depósito 

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) informou que a gerente do Banco do Brasil foi presa às 15h50 desta quarta-feira, por desobedecer a ordem judicial de arresto das contas do estado para pagamento dos aposentados e pensionistas do estado. A funcionária alegou que não tinha autorização da sede do banco em Brasília para concluir o arresto.

O Banco do Brasil era um dos três bancos que precisavam fazer a transferência ao Bradesco para efetivar o pagamento de aposentados e pensionistas. O processo de transferência foi concluído. A previsão é que os inativos tenham o dinheiro creditado ainda hoje nas contas.

— Ela estava sendo conduzida, e no meio do caminho o Banco do Brasil fez o depósito. Por isso, ela só vai prestar esclarecimentos e será liberada — explicou o delegado Marcos Henrique Oliveira Alves.

A Polícia Civil informou ainda que a gerente informou que foi notificada da decisão ontem, após o encerramento do expediente bancário, e esclareceu que é gerente de terceiro escalão, não tendo atribuição para realizar a operação, mas que comunicou sobre a determinação aos gerentes competentes. O delegado realizou contato com o juiz responsável pela decisão que confirmou a transferência, demonstrando que a ordem foi cumprida. A polícia concluiu que não houve ocorrência de crime, já que a funcionária do banco não tinha atribuição para realizar a operação bancária, não tendo intenção de desobedecer a ordem.

O Banco do Brasil informou que já cumpriu a decisão judicial. A Caixa Econômica informou que um oficial de Justiça também esteve na sede do banco no Centro da cidade, mas a medida já havia sido cumprida.

A Defensoria Pública informou, no fim da tarde desta terça-feira, que os pagamentos dos aposentados e pensionistas do Estado do Rio, realizados pelo Banco Bradesco, serão feitos ainda nesta terça. Segundo o órgão, os inativos que recebem pelos demais bancos receberão os benefícios nesta quarta-feira, em horário bancário.

O pagamento dependia da transferência dos montantes que estão no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal para o Bradesco, a fim de que seja possível o pagamento.

Os 137 mil servidores aposentados e pensionistas que ganham mais de R$ 2 mil líquidos ainda não receberam seus benefícios de março. Ontem, oficiais de Justiça conseguiram arrestar R$ 648.724.494,79 em contas do governo e cumpriram a ordem do juiz Felipe Pinelli, da 10ª Vara de Fazenda, contida na ação civil de autoria da Defensoria Pública. O valor é suficiente para pagar a todos que ainda não receberam.

Hoje pela manhã, os valores serão reunidos e repassados integralmente para o Bradesco. Será tarefa do banco repassar os valores aos inativos.

FONTE: EXTRA

Um comentário:

  1. o mes de abril ,terminou sera que vamos emfrentar o mesmo problema para recebermos?no inicio do ano tinhamos um calendario com final de matriculas das pensionistas eu recebia sempre no dia 28 ou 29 do mes agora temos que emfrentar uma batalha judicial para receber o que é nosso por direito é o cúmulo do absurdo,é revoltante passar pela vila olimpica na barra e pensar quantos milhões estão sendo gastados ali...em vez de cuidar do nosso povo os governantes só pensam em agradar os gringos! cuidem de nós .Brasil para Brasileiros Jà!!!!!!!

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.