sexta-feira, 8 de abril de 2016

Idosa deixa carta e dinheiro para bombeiro que foi trabalhar a pé

Na quinta-feira o cabo Altamir Cruz tentou caminhando da Ilha do Governador até Niterói por não ter o dinheiro da passagem
MARIA INEZ MAGALHÃES


Rio - A atitude o cabo do Corpo de Bombeiros, Altamir Cruz, de 31 anos, que na manhã de quinta-feira deixou sua residência na Ilha do Governador e com o objetivo de chegar caminhando até o Quartel de Charitas, em Niterói, chamou a atenção de uma senhora. Ela, que não teve sua identidade revelada, esteve no Quartel da Ilha e deixou um envelope contendo uma carta e dinheiro para o cabo.


O cabo Altamir Cruz, sem dinheiro da passagem, tentou caminhar da Ilha do Governador até Niterói, mas foi resgatado por uma viatura da corporação antes de entrar na Ponte Rio-NiteróiFoto: Divulgação / WhatsApp do DIA (98762-8248)

Segundo informações, a senhora lembrou que recentemente sofreu um problema de saúde e foi socorrida pelos bombeiros. Fardado, o cabo Cruz caminhou cerca de três horas e foi resgatado por uma viatura da corporação na entrada da Ponte Rio-Niterói e levado para o quartel na cidade da Região Metropolitana.
Vídeo: Sem dinheiro, bombeiro tenta ir a pé do Rio até Niterói

Na última quarta-feira, o bombeiro que atua como técnico em enfermagem já havia dito ao seu comando que não tinha dinheiro para a passagem de ônibus. Escutou que se não fosse ao treinamento seria punido. Sua esposa e filha de 4 anos dependem da sua renda como militar. Para evitar a prisão acatou a ordem, seguindo a pé. Em nota, o Corpo de Bombeiros garantiu que o militar não será punido.

"O militar tem o direito de deslocar-se a pé, desde que e o faça sem colocar em risco outras pessoas ou a si mesmo".

FONTE: O DIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.