sexta-feira, 29 de abril de 2016

Olimpíadas Rio 2016 devem ser marcadas por ressacas, diz oceanógrafo


Uma mulher se arrisca ao fazer uma selfie durante ressaca no Arpoador 

O ano de 2016 deve ser marcado pelas ressacas no Rio. E o fenômeno poderá ser ainda mais frequente no inverno, quando acontecem as Olimpíadas Rio 2016. A informação é do oceanógrafo David Zee. Segundo ele, enquanto no verão as frentes frias ocorreram com intervalos de oito a nove dias, a partir de agora elas devem surgir a cada quatro ou cinco dias, trazendo junto as ressacas.

- Este ano as ressacas serão mais frequentes. Já havia uma sinalização nesse sentido, já estávamos prevendo isso já que o El Niño está muito ativo, muito forte. Tanto que, a pedido do Comitê Rio 2016, fiz vistorias em locais onde ocorrerão provas, como as praias de Copacabana e do Flamengo - disse o especialista.


A violência da ressaca no Arpoador 

De acordo com ele, nos dois locais, após a análise feita, houve um redimensionamento das áreas a serem ocupadas na areia. Além disso, o Comitê tem também uma série de medidas de contingência que podem ser adotadas em caso de ressacas mais fortes.

- Também foram feitas análises dos locais, perto de praias, onde serão instaladas arquibancadas nos calçadões. Eles (integrantes do Comitê) tiveram toda essa preocupação - contou Zee.


O calçadão destruído da Praia de Piratininga

Quanto à ressaca desta quinta-feira - que fez “sumir” a faixa de areia da Praia do Arpoador e provocou a queda do calçadão da Praia de Piratininga, em Niterói -, o oceanógrafo disse que ela acontece numa maré mais agitada do que a que provocou a queda da Ciclovia da Niemeyer, mas as ondas estão menores.

Locais perigosos durante ressacas

A pedido do EXTRA, David Zee listou uma série de locais, no Rio, que devem ser evitados durante as ressacas por representarem um grande risco. São eles:

- Costão da Niemeyer

- Mirante do Leblon

- Praia de São Conrado (no trecho em frente ao antigo Hotel Nacional)

- Praia do Arpoador (segundo o especialista, a mureta é bastante perigosa)

- Costão do Leme

- Pista de Caminhada Cláudio Coutinho, na Urca

- Saía da Praia da Joatinga

- Praia da Macumba

- Cabeceira do Santos Dumont

FONTE: EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.