quarta-feira, 27 de abril de 2016

Pensionista do Estado do Rio recebe, mas já sai do banco sem dinheiro


Antônio Libório foi ao Bradesco na manhã desta quarta-feira 

O pensionista do Estado do Rio Antônio Libório, de 66 anos, recebeu o pagamento na manhã desta quarta-feira, mas já saiu da agência bancária sem nada após pagar as contas e cartões de crédito com juros.

— A gente recebia no fim do mês, e as contas vencem no início do mês. Agora, com o atraso, estou pagando tudo com juros exorbitantes. Já saí do banco sem nada, minha conta foi a zero novamente.

De acordo com o morador de Pilares, na Zona Norte do Rio, os aposentados e pensionistas são os que mais sofrem com o atraso dos benefícios:

— Quanto mais idosos ficamos, maiores as despesas. Os remédios ficaram 12% mais caros recentemente. Quem no Estado teve um aumento proporcional a isso?

Para driblar a crise, Antônio precisou mudar de hábitos:

— Agora faço pesquisa em supermercados e me cadastrei no laboratório que fabrica meu remédio para ter desconto na farmácia.

Os 137 mil servidores aposentados e pensionistas que ganham mais de R$ 2 mil líquidos recebem os benefícios de março nesta quarta-feira. Na terça-feira, oficiais de Justiça arrestaram R$ 648.724.494,79 em contas do governo e cumpriram a ordem do juiz Felipe Pinelli, da 10ª Vara de Fazenda, contida na ação civil de autoria da Defensoria Pública. O valor é suficiente para pagar a todos que ainda não receberam e foi repassado integralmente para o Bradesco.

FONTE: EXTRA