quarta-feira, 25 de maio de 2016

Dudu Nobre, o queridinho do Comando, pede a volta da escravidão em música e causa revolta na web

Versão de 'Mulata Assanhada', de Ataulfo Alves, não agradou internautas, que questionaram o posicionamento do sambista

Rio - Dudu Nobre foi um dos convidados do "Encontro com Fátima Bernardes" dessa terça-feira. No programa, o sambista falou sobre preconceito racial, além de cantar alguns de seus sucessos e uma versão de "Mulata Assanhada", de Ataulfo Alves. 


Dudu Nobre canta música sobre a volta da escravidão e causa revolta na web

Mas a letra do samba causou revolta nos telespectadores, que foram para a internet reclamar sobre os versos "Ai, meu Deus, que bom seria / Se voltasse a escravidão / Eu pegava essa mulata / Prendia no meu coração / E depois a pretoria / É quem resolvia a questão". 

Depois de cantar, ele participou de uma conversa com Ana Beatriz Nogueira,Mateus Solano e outros convidados sobre ataques racistas e outras formas de preconceito na internet motivados pelos comentários que a cantora Ludmilla recebeu recentemente em suas redes sociais. 

Dudu defendeu que a educação contra qualquer tipo de preconceito tem que vir dos pais e da escola, que deve desde sempre "travar" comportamentos que podem ser considerados apenas brincadeiras para crianças, mas podem se tornar os comentários que vemos hoje em dia na internet.

Internautas consideraram hipócrita a posição de Dudu, por cantar minutos antes versos considerados machistas e racistas de uma música escrita há mais de 50 anos.

Fonte: O DIA

2 comentários:

  1. ELE TBM SERIA ESCRAVO.

    ResponderExcluir
  2. ME ADMIRO MUITO VCS COLOCAREM UMA MATÉRIA IDIOTA DESTAS AQUI, NESTE SITE, ONDE DEVEM SER DISCUTIDAS APENAS COISAS RELEVANTES EM PROL DA CATEGORIA. DECEPÇÃO.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.