sábado, 21 de maio de 2016

Governo do RJ pode convocar(NOMEAR) 300 guarda-vidas em breve


Uma boa notícia para quem fez o último concurso para guarda-vidas do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro: o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jorge Picciani (PMDB), fará uma solicitação formal para que, pelo menos, 300 classificados sejam nomeados. O pedido será feito diretamente ao governador em exercício, Francisco Dornelles já na próxima segunda-feira, dia 23.


Os classificados estão a duas semanas de terminar o curso de formação. As nomeações não ocorreram até agora por conta da crise financeira do estado. Segundo o presidente da Alerj, é fundamental reforçar o quadro de guarda-vidas, principalmente por conta do aumento do número de turistas que a cidade terá, em função da Olimpíada, em agosto. “As nossas praias devem estar seguras e protegidas”, declarou Picciani.

O anúncio do pedido de convocação de concursados foi feito em uma reunião com representantes do Corpo de Bombeiros na Alerj, na quarta, dia 18. No encontro foi anunciada também prorrogação, por mais dois anos, do concurso de soldados combatentes e técnicos de enfermagem para o Corpo de Bombeiros realizado em julho de 2014. Atualmente, o concurso tem validade até julho de 2016 e ainda há 233 pessoas no cadastro de reserva.

“Somente estou esperando a nomeação dos 300 guarda-vidas, porque é uma demanda mais urgente. Assim que eles forem nomeados, eu vou prorrogar o concurso e o estado poderá contratá-los quando a situação financeira melhorar”, afirmou o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Ronaldo Alcântara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.