terça-feira, 10 de maio de 2016

Polícia pode ficar sem adicional e segurança dos Jogos segue indefinida


A Secretaria da Casa Civil do estado do Rio de Janeiro ainda não sabe se terá em caixa os R$ 42 milhões pedidos como Adicional de Serviço (RAS) para a Polícia Militar e Civil durante a disputa dos Jogos Olímpicos Rio 2016, que começa em menos de 90 dias. O dinheiro seria usado como bonificação financeira para agentes que trabalharem em horários de folga, o que dá valores iniciais de R$ 112 para a Polícia Civil e R$ 150 para a PM.
De acordo com o G1, a falta desse investimento, que é um reflexo da crise que vive o governo Pezão, pode comprometer o plano de segurança do maior evento esportivo do planeta. Em entrevista, o subsecretário de Grandes Eventos da Secretaria estadual de Segurança (Seseg), Roberto Alzir, diz que espera que o governo honre o compromisso, que está sob análise.

Policiais militares receberiam R$ 150 para um período de 8 horas, e R$ 225 para uma jornada de 12 horas. Entre os policiais civis, o valor de trabalho varia entre R$ 112,50 a R$ 375,00, dependendo da jornada trabalhada.

"Se faltar recursos, temos que pensar em como o Exército será utilizado, como já pensamos a respeito de Deodoro (bairro da Zona Oeste que vai sediar eventos olímpicos). Algumas tarefas em Deodoro que seriam da Polícia Militar, tendo em vista o enorme esforço que a corporação vai fazer para tomar conta de toda a cidade, já serão feitas pelo Exército. Até mesmo patrulhamento ostensivo, controle de trânsito, bloqueios, postos de verificação veicular”, diz Alzir.

FONTE: SOS PMERJ

4 comentários:

  1. Tudo o que está acontecendo agora, é reflexo daquele momento em que os nobres colegas da PMERJ se omitiram em ombrear com os BMS na luta por melhores condições salariais, na época da invasão do quartel central do CBMERJ,agora TODOS estão sentindo na pele as consequencias dessa atitude da PMERJ.

    ResponderExcluir
  2. ACHO QUE O DORNELES DEVERIA PAGAR TODOS OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS EXCETO OS DA POLICIA MILITAR, PAGUE DA PM SOMENTE OS OFICIAIS POIS OS PRAÇAS NOS SABEMOS QUE SE RECEBER TRABALHA E SE NÃO RECEBER TRABALHA TAMBÉM, O PRAÇA É TAO DOUTRINADO QUE DEIXA A FAMÍLIA PASSANDO FOME POIS RETIRA O PÃO DE SUA BOCA PARA CUSTEAR SUA PASSAGEM PARA O SERVIÇO , COMO EU GOSTARIA DE TER UM ESCRAVO ASSIM. E PASMEM COM A PIOR ESCALA DA SEGURANÇA PUBLICA TODOS OS OUTROS ÓRGÃOS SÃO 24X72 E ELES ACHAM NORMAL BURRO QUE NÃO RECLAMA CARGA NELE.

    ResponderExcluir
  3. NÃO PRECISA PAGAR NADA PARA O PM VISTO QUE O POLICIAL CIVIL GANHARA MAIS QUE O MILITAR PELA MESMA QUANTIDADE DE HORAS TRABALHADAS, E NOS SABEMOS QUE UMA ORDEM DE SEU COMANDANTE LAVARA O PM A TRABALHAR DE GRAÇA E SATISFEITO. ELE É BEM DOUTRINADO.UM EXCELENTE ESCRAVO QUE VÊ QUE O OUTRO GANHA MAIS E NEM LIGA.OQUE ELE QUER É TRABALHAR , BURRO QUE NAO RECLAMA CARGA NELE.

    ResponderExcluir
  4. DEIXA DE CAÔ VAI BOTAR O PM EM SUA FOLGA E DE GRAÇA QUE É MAIS GOSTOSO O RESTO DO FUNCIONALISMO QUE JÁ TEM UMA ESCALA MELHOR , DESIPE, BOMBEIRO E POL CIVIL QUE BRIGAM RECLAMAM FICARAM EM SUAS CASAS VENDO O PM TRABALHAR, BURRO QUE NÃO RECLAMA CARGA NELE.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.