terça-feira, 14 de junho de 2016

Consignados de servidores com salários parcelados serão pagos normalmente, diz governo


Servidores do Estado do Rio recebem pelo banco Bradesco 

Muitos servidores do Estado do Rio estão com medo de terem o pagamento dos empréstimos consignados, ou seja, com desconto diretamente na folha do pagamento, atrasados pelo governo, já que o salário de maio será pago de forma parcelada. A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) esclareceu que o repasse aos bancos das parcelas do crédito não tem qualquer relação com o parcelamento do pagamento de maio.

De acordo com o órgão, o que está sendo parcelado é apenas o valor líquido da remuneração. Todos os demais descontos feitos sobre o valor bruto — tais como Rioprevidência, Imposto de Renda, pensão alimentícia e o crédito consignado — ocorrem normalmente.

A Seplag lembrou que o repasse aos bancos das parcelas do crédito consignado descontadas no contracheque dos servidores ativos é de responsabilidade da Secretaria de Estado de Fazenda. No caso dos inativos e pensionistas, o procedimento é feito pelo Rioprevidência. Além disso, a folha de pagamento informa todos os meses o montante a ser repassado aos bancos.

Pagamento ainda não foi liberado

Os quase 480 mil servidores do Estado do Rio reclamam que o pagamento dos salários de maio, previsto para esta terça-feira, ainda não foi feito. Ao todo, 393 mil servidores terão seus vencimentos parcelados — entre ativos, aposentados e pensionistas. Todos receberão R$ 1 mil. O que sobrar do salário líquido de cada um, a metade será paga. Se o servidor recebe R$ 5 mil, ele terá direito a R$ 3 mil nesta primeira parcela, por exemplo. Os mais de 80 mil ativos da Educação terão seus vencimentos pagos de forma integral.

FONTE: EXTRA

Um comentário:

  1. MPEACHEMNT JÁ!!!
    INTERVENÇÃO JÁ!!!
    QUALQUER COISA PARA TIRAR O PMDB DO GOVERNO, INCLUSIVE O PRESIDENTE DA ALERJ QUE ESTÁ CONIVENTE COM ESSA SACANAGEM TODA. ACORDEM MUSPE VAMOS AGIR IMEDIATAMENTE!!!!

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.