quarta-feira, 15 de junho de 2016

Defensoria pede que estado informe data de pagamento de servidores

Órgão expedirá ofício à secretaria, nesta quarta-feira, para que diga, em 24 horas, a data do depósito da segunda parcela

Rio - A Defensoria Pública do Rio de Janeiro informou que expedirá um ofício, na manhã desta quarta-feira, à Secretaria de Estado de Fazenda e à Secretaria de Estado de Planejamento solicitando que informe, no prazo de 24 horas, a data de pagamento da segunda parcela dos salários dos servidores ativos, inativos e pensionistas, bem como o valor restante para quitação do pagamento de junho. De acordo com a Defensoria, a medida é necessária para que órgão possa, a partir da resposta, tomar as medidas judiciais cabíveis.

Na última sexta-feira, o governo anunciou, nesta sexta-feira, que terá que parcelar os vencimentos dos servidores ativos e inativos e de pensionistas do Poder Executivo referentes ao mês de maio. A primeira parcela teria que ser paga nesta terça-feira, décimo dia útil do mês. Servidores ativos da Secretaria de Educação receberão integralmente também receberiam nesta terça-feira.

Segundo a assessoria de imprensa do estado, todos os servidores e pensionistas receberão R$ 1 mil e 50% da diferença entre o valor líquido do seu vencimento e a parcela de R$ 1 mil. Por exemplo, um servidor com vencimento líquido de R$ 4 mil receberá R$ 1 mil e R$ 1,5 mil referentes aos 50%. Dessa forma, o governo vai desembolsar R$ 1,1 bilhão, o correspondente a 70% da folha de pagamento de maio (R$ 1.568 bilhão).

No entanto, essa regra não é válida para os funcionários da Educação. Eles serão pagos com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que podem somente ser destinados aos servidores da ativa. "O governo do estado está concentrando esforços para quitar a parcela restante no fim deste mês. A data será anunciada na próxima semana", completou, em nota.

FONTE: O DIA

2 comentários:

  1. MPEACHEMNT JÁ!!!
    INTERVENÇÃO JÁ!!!
    QUALQUER COISA PARA TIRAR O PMDB DO GOVERNO, INCLUSIVE O PRESIDENTE DA ALERJ QUE ESTÁ CONIVENTE COM ESSA SACANAGEM TODA. ACORDEM MUSPE VAMOS AGIR IMEDIATAMENTE!!!!

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.