sexta-feira, 10 de junho de 2016

Governo do estado do RJ vai pagar salários de maio em parcelas

Primeira parte será depositada na próxima terça-feira (14).

Servidores da ativa da Educação foram excluídos do parcelamento.


O governador interino, Francisco Dornelles, participou de reunião que definiu o parcelamento (Foto: Henrique Coelho/G1)

O governo do estado anunciou nesta sexta-feira (10) que os servidores receberão os salários de maio em parcelas a partir da próxima terça-feira (14), décimo dia útil do mês. Apenas os funcionários da ativa da Secretaria Estadual de Educação foram excluídos do parcelamento e receberão os vencimentos integrais, graças aos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que só podem ser usados para pagar salários de servidores da ativa.

Com o parcelamento, servidores da ativa, aposentados e pensionistas receberão R$ 1 mil mais 50% da diferença entre o valor líquido do seu vencimento e a parcela de R$ 1 mil. Como exemplo, se um servidor recebe R$ 4 mil líquidos, ele terá em sua conta um depósito de R$ 2.500, que corresponde aos R$ 1 mil mais metade dos R$ 3 mil que ainda terá a receber.

O governo estadual informou que somente na próxima semana terá uma data para pagar o restante dos salários. O desembolso previsto para terça-feira é de R$ 1,1 bilhão, que corresponde a 70% da folha de pagamento de maio, que é de R$ 1,568 bilhão.

A decisão de parcelar os salários do funcionalismo é mais um capítulo da crise das finanças do estado, que em abril assumiu contornos dramáticos após a decisão do governador em exercício, Francisco Dornelles, de adiar para maio o pagamento dos inativosque recebem mais de R$ 2 mil mensais. A medida causou revolta e acabou suspensa por decisão do Tribunal de Justiça (TJ-RJ), que ordenou a quitação dos vencimentos eautorizou o arresto dos recursos necessários das contas do governo estadual.

FONTE: G1

Um comentário:

  1. VAMOS BOTAR ESSES SECRETARIOS QUE SÃO FUNCINARIOS DE CARREIRA DE OUTRA ESTITUIÇÔES( JULIO BUENO, WAGNER VICTOR E OUTROS...).

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.