quinta-feira, 9 de junho de 2016

Governo do Rio proíbe concursos e nomeações por um ano


Governador Francisco Dornelles assinou o decreto 

O decreto publicado para a adoção de medidas que reduzam os custos do Governo do Estado do Rio proíbe, por 12 meses, a realização de novos concursos para o provimento de cargos efetivos. A medida entra em vigor no dia 1º de julho deste ano.

O mesmo documento também suspende a nomeação para cargos públicos efetivos, pelo mesmo período. No entanto, ficam ressalvadas as nomeações decorrentes de decisões judiciais.

De acordo com o texto, também podem ser exceções, a critério do governador, as nomeações decorrentes de concursos públicos — que já estão em andamento na publicação do decreto — para as áreas de educação, saúde e segurança.

As medidas buscam diminuir o rombo financeiro de 2016. Entre as alterações, há união de secretarias e o repasse de ao menos dez imóveis ao Rioprevidência, incluindo a Ilha de Brocoió, perto de Paquetá, onde fica a residência de verão do governador. Ao órgão caberá vender os bens para pagar inativos e pensionistas.

FONTE: EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.