quarta-feira, 29 de junho de 2016

PAGAMENTO DOS SERVIDORES - Os mais otimistas esperam que até esta quinta-feira pela amanhã o dinheiro esteja à disposição do Estado do Rio

Governo do Rio conta com aval legal para ter ajuda de R$ 2,9 bi da União até quinta-feira


Julio Bueno está em Brasília para agilizar a ajuda 

O secretário estadual de Fazenda, Julio Bueno, e o de Planejamento, Francisco Caldas, tiveram reuniões em sequência, nesta terça-feira, em Brasília, para a concretização do socorro de R$ 2,9 bilhões da União, a ser investido na Segurança Pública para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. De acordo com interlocutores próximos ao governo, hoje, o Estado do Rio espera pareceres favoráveis do Ministério Público Federal (MPF) e do Tribunal de Contas da União (TCU). Com isso, restará apenas a redação da segunda medida provisória — que será assinada pelo presidente em exercício, Michel Temer —, liberando a ajuda. Os mais otimistas esperam que até esta quinta-feira pela amanhã o dinheiro esteja à disposição do Estado do Rio.

Após as aprovações do MPF e do TCU, estará nas mãos do Ministério do Planejamento a redação da nova medida provisória. O Estado do Rio tem, ao menos, a certeza de onde utilizará os recursos. Está decidido que os valores servirão para recolocar em operação os serviços de segurança, além de pagar as premiações em atraso e o Regime Adicional de Serviço (RAS), programa que põe policiais para trabalhar em horários de folga, mediante o pagamento de horas extras.

Enquanto a ajuda federal é negociada, os mais de 310 mil servidores estaduais que aguardam o depósito da segunda parcela dos salários de maio seguem sem previsão de pagamento. O governo anunciou que “faria todo o esforço” para quitar essa dívida, que supera R$ 400 milhões, antes de julho. Mas, ao que parece, essa será mais uma promessa descumprida. Caso o dinheiro da União não chegue, a previsão de integrantes do governo é de pagamento do restante da folha de maio apenas no dia 11 de julho.

FONTE: EXTRA

8 comentários:

  1. Ai vai querer empurrar o pagamento de julho para o outro mês, minha luz foi cortada, ja recebi carta da cedae e agora meu carro entrou em busca e apreensão devido aos atrasos pois quando bate uma parte do pagamento no banco ele ( o banco ) ja debita oque devemos com altos juros, acho que este governo tinha de jogar a toalha.

    ResponderExcluir
  2. Absurdo ainda querem pagar gratificações pra policiais!!!! Governo MALDITO, GRATIFICAÇÃO NÃO É SALÁRIO!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. ESSE FDP TEM QUE CORRER ATRAS MESMO GANHA 60MIL REAIS E AGENTE SE FUDENDO VTNC CAMBADA DE SUGADORES

    ResponderExcluir
  4. Acho um absurdo a Cedae cobrar. O Estado não paga em dia mas quer receber no vencimento.

    ResponderExcluir
  5. Tudo bem que o estado tá falido!!
    E o que nós temos haver com isso??
    Temos nossos compromissos financeiros e ninguém quer saber..
    Daqui a pouco nós aposentados e pensionistas vamos para debaixo das pontes,porque os abrigos que pertencem ao estado estão lotados de pessoas que realmente precisam e necessitam estarem alí.
    Lamentável essa nossa situação.

    ResponderExcluir
  6. O estado nao esta repassando as parcelas dos emprestimos consgnidados as bancos com isso as financeiras estao negativando junto so serasa os nossos nomes ...e tenso ate quando ???????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ví na tv hoje o caso de uma senhora sobre isso e eles não podem por lei negativar o nome do servidor já q ele não está devendo.
      Falaram para quem estiver sendo descontado e com nome sujo para entrar na justiça .É um absurdo .Estão arrasando de todas as formas com nossas vidas.

      Excluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.