domingo, 12 de junho de 2016

Para financiar previdência, governo do Estado do Rio avalia situação de seus quatro mil imóveis


Governo vai negociar dez imóveis nos próximos meses

Além dos dez imóveis que deverão ser logo repassados pelo governo do estado ao Rioprevidência — a fim de serem vendidos para garantir o pagamento de inativos e pensionistas nos próximos meses —, outros 4.350 endereços que integram a carteira imobiliária do Estado do Rio passarão por uma avaliação, com possibilidade de vendas futuras, para diminuir o rombo de R$ 12 bilhões a R$ 14 bilhões previsto com o pagamento de aposentadorias e pensões. Do total, quase cem unidades estão sem uso, como a Ilha de Brocoió, residência de verão do governador e integrante da lista dos dez primeiros imóveis a serem postos à venda.

O levantamento dos imóveis do governo em todo o Estado do Rio foi apresentado, no início do ano, a integrantes de todas as secretarias, pela Superintendência de Patrimônio do Planejamento. O objetivo foi mostrar, à época, que o Rio pode negociar seus bens e economizar. Foi o caso do escritório que o secretário de Agricultura e Pecuária, Christino Áureo, ocupava no Centro do Rio. O espaço era alugado e foi entregue no início do ano. Áureo trabalha, agora, na sede da secretaria, em Niterói.

Um caso de pagamento desnecessário acontece com a Secretaria de Trabalho e Renda. Os funcionários da pasta ocupam, hoje, o 33º andar do prédio da Avenida Nilo Peçanha 50, no Centro do Rio. O custo para os cofres estaduais é de R$ 156.861,62, já com o gasto de condomínio.

Ainda de acordo com o estudo feito pela Superintendência de Patrimônio, o governo arrecada, hoje, pouco menos de R$ 1 milhão por mês com os aluguéis de seus imóveis. O montante, porém, deveria ser superior, mas há problemas de regulamentação dos contratos.

O levantamento revelou, ainda, que a maioria das ocupações feitas por entes privados não está regulamentada. Desde janeiro deste ano, o governo tem feito um pente-fino sobre as condições física e contratual dos imóveis em todo o Estado do Rio.



FONTE: EXTRA

Um comentário:

  1. IMPEACHEMNT JÁ!!!
    INTERVENÇÃO JÁ!!!
    QUALQUER COISA PARA TIRAR O PMDB DO GOVERNO, INCLUSIVE O PRESIDENTE DA ALERJ QUE ESTÁ CONIVENTE COM ESSA SACANAGEM TODA. ACORDEM MUSPE VAMOS AGIR IMEDIATAMENTE!!!!

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.